O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Geraldo Alckmin volta a cumprir agenda em Goiás nesta quinta-feira, 26. Ele será recebido pelo governador Ronaldo Caiado, pelo vice Daniel Vilela e pelo prefeito de Itumbiara Dione Araújo em solenidade de inauguração de obras de infraestrutura e anúncio de expansão da Caramuru Alimentos.

Esta será a quarta visita de Alckmin a Goiás em apenas um ano. Suas visitas anteriores incluíram a inauguração da Usina de Cana da Nardini Agroindustrial, em Aporé, e a participação nas obras de expansão da CAOA-Chery em Anápolis. Em Goiânia, Alckmin buscou fortalecer laços com representantes do setor produtivo e agropecuário, numa tentativa do governo de se aproximar de lideranças que apresentavam resistência à gestão petista.

A intensa presença de autoridades nacionais, como Alckmin, sublinha a importância estratégica de Goiás no cenário político nacional. As frequentes visitas indicam uma dinâmica ativa entre o governo federal e o estado, ressaltando a relevância de Goiás nas discussões e decisões políticas em nível nacional. Ao menos 14 ministros do governo petista já estiveram em solo goiano desde a posse do presidente Luiz Inácio da Silva em janeiro de 2023.

Expansão

A fábrica de processamento de Proteína Concentrada de Soja (SPC) transgênica (GMO) da Caramuru Alimentos será a primeira do segmento em Goiás. Com R$ 250 milhões em investimentos, a capacidade de processamento será de 90 mil toneladas por ano. Serão gerados mais 42 novos empregos (a empresa tem 1,1 mil colaboradores diretos).

A nova planta vai integrar o complexo industrial da Caramuru de processamento de soja. O processo tem como matéria-prima o farelo de soja Hipro GMO, com alta proteína (48%). E produzirá o farelo com proteína concentrada de soja (SPC), acima de 60% e ambientalmente correto, utilizado na alimentação de salmão, destinado aos mercados de aquicultura na América Latina e Asiáticos.

Com 59 anos no mercado atuando no agronegócio e biocombustíveis, a Caramuru é a sexta maior empresa do país em processamento de soja. Com capacidade anual para processar 2 milhões de toneladas. Também é a segunda maior em processamento de milho, com capacidade anual de processamento de 470 mil toneladas.

Além disso, é o sexto maior player de biodiesel, com capacidade de refinar 230 mil toneladas de óleos de soja, milho, girassol e canola. E produção superior a 550 milhões de litros por ano. A Caramuru possui suas três usinas certificadas para emissão de CBIOs dentro do programa Renovabio.