A Polícia Federal (PF) cumpriu nesta terça-feira, 31, quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Jataí e Quirinópolis, localizadas no sul de Goiás. Denominada Operação Proditórios, o objetivo foi combater os crimes de moeda falsa, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Ao todo, 17 agentes da PF participaram das ações nos dois municípios.

Segundo a investigação, a conta bancária da suspeita considerada operadora financeira das atividades ilícitas tinha quase 600 transações questionáveis nos últimos seis meses. Essa conta seria utilizada para o recebimento de produto do crime e pulverização dos valores para o restante dos membros do grupo criminoso.

Além da suspeita que opera a parte financeira das atividades ilícitas, a PF ainda investiga familiares dela, pessoas com passagem pelo sistema prisional e foragidos da justiça.

Caso algum suspeito de participar dessas atividades seja preso e condenado, a soma das penas pode chegar a 25 anos de prisão.