Vidas passadas: uma história real do século XV

Em novo livro da série autobiográfica “Sem Fim”, escritora Valéria Veiga descreve com detalhes memórias de outra vida, que acessou em uma regressão espontânea

Jovem revolucionária, Mabelle viveu na França do século XV. Como muitas mulheres da época, foi perseguida e morta pela Inquisição, simplesmente porque tinha dons espirituais: sensibilidade, premonição e habilidades com plantas curativas.

Hoje, a história desta mulher forte é contada a partir de lembranças de uma vida passada, recuperadas pela autora Valéria Veiga em uma regressão espontânea. Por meio da personagem Juliana, ela relata com detalhes cenas desta outra vida no livro A História de Mabelle, segundo volume da série Sem Fim.

Após contar como conheceu Felipe, seu amor de vidas passadas, neste segundo volume ela vai além: descreve a própria trajetória como sensitiva, detalha os encontros espirituais com sua alma gêmea e como alcançou a regressão espontânea. Uma verdadeira viagem entre dois planos: o presente e o início – para onde todos voltam após cada passagem pela Terra.

Para a composição do livro, a escritora passou por um processo intenso de meditação e autoconhecimento, para que conseguisse conciliar emoções e canalizar as energias. “Por algum motivo me foi permitido lembrar desta minha outra vida e aprender muitas coisas que explicam essa atual em que estou vivendo. Esta foi uma das experiências mais incríveis e lindas que eu vivi”, disse.

A vida e perseguição de Mabelle
Fruto de um relacionamento condenável na época, Mabelle era filha de um comerciante comum e uma cigana. Para fugir do radar da Inquisição, a família mudou-se para um pequeno vilarejo no interior da França.

Mal vista pelas mulheres recatadas do local, a jovem tinha uma beleza rara, era solta, desinibida, mas também misteriosa. Foi isto que fez Franco, cavalheiro da guarda real, se apaixonar por ela. Alma gêmea de Mabelle – e séculos depois reencarnado em Felipe -, Franco era uma das únicas pessoas que sabia dos dons espirituais da jovem.

Tudo mudou quando Breno, um belo homem recém-chegado ao vilarejo, se aproximou dela. Ao descobrir as habilidades da protagonista, denunciou-a para a realeza, que passou a persegui-la, torturá-la e, por fim, condená-la à morte. 

“Não abaixei e nunca abaixaria a cabeça para aqueles que se julgavam superiores,
e que em nome de Deus, condenavam os outros à morte. Quem tinha dado esse
poder a eles tinha sido o homem, representado pela Igreja, por Reis e pessoas
poderosas e influentes.” (A História de Mabelle, pág. 149)

Apesar de não ter tido um final feliz, Mabelle não tinha medo de ser quem era e lutou até o fim pelo que acreditava. São histórias como esta, de personagens fortes e exemplares, que a escritora Valéria Veiga traz para suas obras.

Já conhecida no universo da literatura on-line, seus últimos livros físicos Casa Comigo? e Doce Perigo conquistaram mais de um milhão de downloads na Amazon Kindle. Os romances eróticos modernos visam descontruir tabus na sexualidade por meio de personagens femininas empoderadas, como a protagonista Mabelle ao seu tempo também foi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.