Vencedores do Globo de Ouro são anunciados nesta noite

Para os cinéfilos brasileiros, que apreciam os bons filmes de Hollywood, o charme do evento é muito mais por servir de prévia do Oscar

O veterano Steven Spielberg, forte concorrente ao Oscar, evento previsto para 5 de março, petisca a indicação a melhor diretor no Globo de Ouro com o filme “The Post – A Guerra Secreta” (AP Photo/Francois Mori)

Será realizada na noite deste domingo, 7, a cerimônia de entrega do Prêmio Globo de Ouro, considerado uma espécie de prévia do que poderá ser apresentado na lista de indicações do Os­car, a ser divulgada no dia 23 de janeiro.

Talvez essa façanha premonitória do Globo de Ouro seja seu maior charme para os cinéfilos brasileiros que apreciam as boas produções de Hollywood. Afinal, a maioria dos filmes indicados e das respectivas produções de onde saem as indicações de atores, atrizes, roteiros, direção, só entra em cartaz no Brasil a partir desta semana que sucede o evento.

Provavelmente, muitos dos filmes que aparecem no evento desta noite estarão no Oscar. É sempre assim. Em algumas ocasiões, mais, em outras, menos; de qualquer modo, as produções mais marcantes acabam desfilando nos dois palcos.

Enquanto os filmes não chegam às telonas por aqui, alguns aspectos interessantes podem ser destacados entre as principais categorias do Globo de Ouro. Este ano, por exemplo, uma das palavras mais citadas na internet foi “feminismo”, mas o evento não indicou nenhuma mulher na categoria de melhor diretora.

Meryl Streep e Tom Hanks, que também concorrem em suas categorias, no filme dirigido por Steven Spielberg, que narra a história de Kay Graham e Ben Bradlee, do jornal “The Washington Post”

Nesta categoria, os indicados são Martin McDonagh (Três Anúncios Para Um Crime), Christopher Nolan (Dunkirk), Ridley Scott (Todo o Dinheiro do Mundo), Steven Spielberg (The Post – A Guerra Secreta) e Guill­er­mo del Toro (A Forma da Água).

Greta Gerwig (“Lady Bird – A Hora de Voar”) não concorre como melhor diretora, mas entra no páreo como melhor roteirista, numa categoria em que há outras duas mulheres, Liz Hannah, que assina o roteiro de “The Post” com Josh Singer, e Vanessa Taylor, co-ro­tei­rista com Guillermo del Toro de “A Forma da Água”.

Os citados ainda têm a concorrência de Martin McDonagh (“Três Anúncios Para Um Crime”) e Aaron Sorkin (“A Grande Jogada”). Outro aspecto interessante dessa noite é a ótima Michelle Williams, que está em duas produções concorrendo a melhor filme (“O Reio do Show” e “Todo o Dinheiro do Mundo”), mas ela mesma concorre a melhor atriz de drama que é seu forte, atuando na segunda produção.

O que o espectador pode fazer é se programar para a chegada às telonas dos filmes preferidos. Veja a lista dos concorrentes de Melhor Filme nas duas categorias (data de estreia no Brasil):

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.