Um ‘tandem’ para dirigir o Festival de Berlim

Carlo Chatrian e Mariette Rissembeek assumirão em maio do próximo ano, quando o atual diretor Dieter Kosslick deixará o cargo

Mariette Rissembeek e Carlo Chatrian | Foto: Divulgação

Rui Martins
Especial para o Jornal Opção

O tandem Chatrian-Rissembeek assumirá as funções em maio do próximo ano, quando o atual diretor Dieter Kosslick deixará o cargo para se aposentar, e terá sob sua direção a organização da Berlinale de 2020.

Carlo Chatrian continuará com as mesmas funções exercidas em Locarno, ou seja, a seleção de filmes e o contato com a cinematografia mundial, enquanto Mariette Rissembeek, atualmente responsável pela promoção da indústria cinematográfica alemã, cuidará da parte empresarial da Berlinale e de sua promoção internacional.

O comunicado da escolha do tandem Chatrian-Rissembeek para suceder a Dieter Rissembeek na direção da Berlinale foi feito esta tarde, em Berlim, pela ministra alemã da Cultura, Monika Grutters. A decisão, que vazou para a media européia há três dias, agrada também a indústria cinematográfica americana, que mantinha boas relações em Locarno com Carlo Chatrian, cujo Festival reserva uma parte das projeções populares da Piazza Grande, no telão de 300 m2, para produções americanas.

Ainda este ano, do primeiro ao onze de agosto, o Festival Internacional de Locarno, estará sob a direção de Carlo Chatrian. Os filmes escolhidos serão anunciados em meados de julho, quando se saberá se haverá filmes brasileiros nas competições de longas e curtas-metragens. Tão logo termine essa edição, o Festival de Locarno estará à procura do sucessor de Carlo Chatrian para organizar o Festival de 2019.

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Adalberto de Queiroz

Eu não sabia o que significava “tandem”. Fui ver e talvez sirva a outros leitores: “TANDEM é uma palavra originaria do latim e atualmente é utilizada para designar uma bicicleta usada por duas pessoas simultaneamente, que pedalam rumo a um destino comum de forma rápida ecológica e barata. E o que isso tem a ver com língua estrangeira? “Partindo da ideia de integração entre pessoas de diferentes culturas, o objetivo do programa é juntar dois estudantes que queiram aprimorar seus conhecimentos em duas línguas estrangeiras distintas. Por exemplo: é necessário encontrar um falante nativo de alemão e um de português… Leia mais

Adalberto de Queiroz

É impressionante como absorvemos rapidamente os “anglicismos”…