Teatro do Oprimido na contramão da violência contra mulheres

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Nem toda segunda é tão difícil assim. Ao menos, não esta, 16. É que ela traz consigo a diretora e dramaturga italiana Alessandra Vannucci para uma roda de conversa. A também professora –– já ensinou na Escola de Direção Teatral e da Pós-Graduação em Artes da Cena da ECO-UFRJ e foi coordenadora do curso de Artes Cênica da PUC-Rio –– dividirá seus estudos sobre Estética e Política, entremeando pensamentos de Adorno, Brecht, Benjamin e, principalmente, de Augusto Boal, que buscava na arte a subjetivação como antidoto à opressão.

A roda de conversa começa às 19 horas, ali na Casa Corpo, no setor Leste Universitário. A visita e bate-papo integram o curso “Tramas e Redes: Feminismos Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, organizado pelo grupo Ocupa Madalena – Teatro das Oprimidas e pelo grupo Transas do Corpo. A entrada é aberta a todo público. Basta chegar.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.