Semana dedicada à música medieval, renascentista e barroca

Goiânia é palco, de 12 a 17 de novembro, da IV Série de Música Antiga, uma idealização da cravista Beatriz Pavan e da flautista Cristiane Carvalho. Programação traz nomes consagrados no País e várias atividades gratuitas e abertas ao público

O Grupo medieval Uccelli (GO) se apresentará no dia 12 de novembro, às 20h, na EMAC/UFG

Manter viva a chama da música medieval, renascentista e barroca, por meio de oficinas, masterclasses, recitais e apresentações de dança. Essa é a proposta da IV Série de Música Antiga de Goiás, que vai movimentar diversos espaços culturais da capital nesta semana, entre os dias 12 a 17 de novembro. O projeto foi idealizado pela cravista Beatriz Pavan, pós-doutoranda Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás (Emac/UFG) e professora no IFG e Gustav Ritter, e pela flautista Cristiane Carvalho, também professora da Emac/UFG.

“Trazemos para Goiânia discussões, oficinas, aulas e recitais que não temos a oportunidades de ver com frequência na academia e nas escolas. Por isso o evento é tão importante, tanto para quem tem alguma relação com a pesquisa da música antiga, quanto para comunidade geral, despertando o interesse do público e familiarizando seus ouvidos com essa sonoridade”, comenta Beatriz Pavan, que também é integrante do grupo medieval Uccelli (GO), que abre a programação de recitais do evento.

Beatriz conta que as apresentações do Uccelli são baseadas em pesquisa de documentos medievais, ainda conservados em museus ou igrejas. “Os instrumentos são cópias feitas a partir de iconografia da época. Nós mesmos fazemos os arranjos. Temos como objetivo mostrar o resultado de nossas pesquisas e experimentos. Para este recital, contaremos com a participação da bailarina Isabel Mamede, com dança contemporânea, fazendo um belo contraponto à música medieval”, adianta.

Toda a programação da IV Série de Música Antiga é gratuita e aberta ao público em geral. Serão realizadas seis apresentações, com instrumentos originais, com grupos reconhecidamente especializados, como o próprio UCCELLI e o Quinteto Barroco (GO). Também haverá recitais com Ludmilla Thompson (SP), Javier Gelati (Argentina) e Hélène Dauphin (França). Um dos destaques do evento é o Baile da Corte, uma apresentação que reunirá no mesmo palco grandes nomes como Osny Fonseca (SP), Raquel Aranha (SP), o corpo de baile do evento e Grupo UCCELLI (GO).

Outra atração confirmada é o Trio Medieval 3 por 8, que recentemente ganhou destaque nacional por participar da trilha sonora da novela “Deus salve o Rei” (TV Globo). O grupo é formado pelos multi-instrumentistas Eduardo Antonello, Pedro Hasselmann Novaes e Roger Lagr, músicos que compartilham um rico e exótico universo sonoro, instigando a curiosidade do público por timbres igualmente variados.

Oficinas e masterclasses

Da esquerda para direita: cravista francesa, Hélène Dauphin; o argentino Javier Gelati (traverso barroco) e a Dagma Eid, de São Paulo, com masterclass de alaúde (guitarra barroca). Fotos: Divulgação

Na IV Série de Música Antiga de Goiás, artistas consagrados também vão marcar presença fora dos palcos para compartilhar seus conhecimentos com os cerca de 100 participantes inscritos (número fornecido no fechamento da matéria). Na programação de masterclasses, estão a cravista francesa, Hélène Dauphin, do Conservatório de Música de Paris; a cantora barroca, Ludmilla Thompson; o argentino Javier Gelati (traverso barroco) e a Dagma Eid, de São Paulo, com masterclass de alaúde (guitarra barroca). Já entre os oficineiros, os convidados são Pedro Diniz, Osny Fonseca, Raquel Aranha, Dagma Eid e Cesar Guidini. As atividades serão realizadas nas dependências do Instituto Gustav Ritter, no bairro de Campinas.

Beatriz Pavan afirma que, atualmente, a pesquisa histórica acerca da música e dança tem avançado no Estado. “Goiás não fica fora deste cenário. Assim, festivais como este incentivam iniciantes e possibilitam profissionais a expandir conhecimentos. Os concertos, resultado de intensos trabalhos, trazem o que de melhor tem sido feito no cenário musical referente à esta proposta”, exalta.

A IV Série de Música Antiga de Goiás foi contemplada pelo Edital de Fomento a Festivais de Música do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2017 e tem o apoio da Escola de Música e Artes Cênicas da UFG e do Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter. “É um evento muito grande e bastante caro, com vários convidados que vêm de fora, além de gerar oportunidades de emprego na área”, avalia.

Roger Lagr, Eduardo Antonello e Pedro Novaes: o Trio Medieval 3 por 8 se apresenta no 16 de novembro, às 20h, no Gustav Ritter. Foto: Ana Clara Miranda/Divulgação

Fique por dentro

Apresentações musicais:

  • Grupo medieval Uccelli (GO) – 12.11, às 20h, na EMAC/UFG (Av. Esperança, s/n – Chácaras de Recreio Samambaia, Goiânia – GO)
  • Quinteto Barroco (GO) – 13.11, às 20h, na Capela do Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter (Av. Mal. Deodoro da Fonseca, 237 – Campinas, Goiânia – GO)
  • Recital de canto barroco com Ludmilla Thompson (SP) – 14.11, às 20h, na Paróquia Nossa Aparecida e Santa Edwiges (Rua C-252, Qd. 589, Lt. 12, s/n – St. Nova Suíça, Goiânia – GO)
  • Recital de traverso e cravo com Javier Gelati (Argentina) e Hélène Dauphin (França) – 15.11, às 20h, na Paróquia São Paulo Apóstolo (Av. T-7, 295 – St. Oeste, Goiânia – GO)
  • Trio 3 por 8 (RJ) – 16.11, às 20h, no Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter (Av. Mal. Deodoro da Fonseca, 237 – Campinas)
  • Baile da Corte com Osny Fonseca (SP), Raquel Aranha (SP), Corpo de Baile do Evento e Grupo Uccelli (GO) – 17.11, às 20h, no Teatro do Sesc Cidadania (Avenida C-198, nº 224 – Jardim América, Goiânia – GO)

Masterclasses

  • Masterclass de música barroca para cravo e espineta – Hélène Dauphin (Argentina)
  • Masterclass de canto barroco – Ludmilla Thompson (SP)
  • Masterclass de traverso barroco – Javier Gelati (Argentina)
  • Masterclass de alaúde, guitarra barroca – Dagma Eid (SP)
  • Local: Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter

Oficinas

  • Oficina de prática de música medieval – Pedro Hasselmann (RJ)
  • Oficina de notação musical medieval (Ars Nova) – Pedro Diniz (SP)
  • Oficina de danças antigas – medievais, renascentistas e barrocas – Osny Fonseca (SP) e Raquel Aranha (SP)
  • Oficina de manutenção de cravo – Cesar Guidini (SP)
  • Local: Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter

Serviço

Evento: IV Série de Música Antiga de Goiás
Data: 12 a 17 de novembro
Local: Goiânia (GO)
Informações: www.musicaantigagoias.com
Entrada franca

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.