Ao todo, foram mais de 50 anos de atuação, nos quais acumulou mais de 70 trabalhos com vários papéis marcantes

Redford no filme “O homem velho e a arma”, o último de sua carreira | Foto: Divulgação

Com o lançamento de seu mais novo filme, ‘O Velho e a Arma’, o veterano ator Robert Redford confirma aquilo que ele já havia adiantado há alguns anos: aos 81 anos, irá encerrar sua carreia no cinema. O “adeus” será na pele de um ladrão de bancos a la Robin Hood, Forrest Tucker, que também está se despedindo da carreira e que ainda tem a coragem de seduzir a veterana Sissy Spacek.

O longa estreia em 28 de setembro nos Estados Unidos e conta ainda com Danny Glover, Tom Waits e Casey Affleck no elenco.

“Nunca diga nunca, mas cheguei à conclusão de que basta para mim em termos de atuação, e vou seguir para a aposentadoria depois disso [do filme], porque faço isso desde os 21 anos, é o bastante”, afirmou em entrevista à revista “Entertainment Weekly”.

Robert Redford e Paul Newman, Sundance Kid e Butch Cassidy, no filme “Dois Homens e um Destino” | Foto: Divulgação

Ao todo, foram mais de 50 anos de carreira, na qual acumulou mais de 70 trabalhos com vários papéis marcantes. Redford começou a atuar no começo dos anos 1960 e ficou famoso por filmes como “Entre Dois Amores”, “Golpe de Mestre”, “Proposta Indecente” e “Todos os Homens do Presidente”, entre tantos outros.

Antes de ser o galã convertido a diretor bem-sucedido e incentivador do cinema independente, Redford chegou a trabalhar em campos de petróleo para financiar seus estudos no campo das Artes.

Ele ganhou o Oscar de melhor direção com “Gente como a Gente”, de 1980, e também foi homenageado no Oscar em 2002, com um prêmio honorário pelo conjunto da obra. Ele dirigiu outros oito longas e também fundou o Sundance Institute e o Festival Sundance de Cinema.