Projeto Café Com Pedro terá edição nesta quarta-feira, 21/11

O evento começa às 17 horas, com a palestra “Ação Educativa em Museus: Desafios Contemporâneos”, com Genilda Alexandria (PUC-GO), Ivanilda Junqueira (UFG) e Tony Boita (Ibram). Entrada é gratuita

O Museu Pedro Ludovico Teixeira realiza nesta quarta-feira, 21/11, mais uma edição do projeto Café Com Pedro, um bate-papo sobre história, memória e cultura com a presença de convidados especiais, no jardim do Museu Casa Pedro Ludovico.

O evento começa às 17 horas, com a palestra “Ação Educativa em Museus: Desafios Contemporâneos”, que terá como ministrantes Genilda Alexandria, da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC), Ivanilda Junqueira, da Universidada Federal de Goiás (UFG), e Tony Boita (Ibram).

O Projeto Café com Pedro é uma ação educativa da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce) por meio da Superintendência de Patrimônio Histórico e Artístico, com a proposta fazer com que a história da capital e de seu fundador sejam preservadas, conhecidas e difundidas para a população goianiense.

O Museu Pedro Ludovico está situado próximo a Praça Cívica. Funciona de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas, com entrada gratuita. Escolas e grupos podem agendar visita ao espaço, por meio do telefone: (62) 3201 4678.

Palestrantes:

Genilda da Silva Alexandria é coordenadora do curso de Design da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC), doutoranda em Performances Culturais pela Faculdade de Ciências Sociais, mestre em Cultura Visual pela Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua nas áreas de design editorial e corporativo, com produção voltada para a área cultural, além da pesquisa, produção e elaboração de material para ações educativas. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Design Gráfico, e na área de Educação, com ênfase em Educação Patrimonial.

Ivanilda Aparecida Andrade Junqueira possui doutorado, mestrado e graduação em História Social pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), onde ocupou, no período de 2005 a 2010, o cargo de historiadora. Foi professora da Faculdade Católica de Uberlândia ministrando disciplinas nos cursos de História e Pedagogia, e professora adjunta do Curso de Museologia da Universidade Federal de Goiás (UFG), atuando na Faculdade de Ciências Sociais e no Programa de Pós-Graduação em Sociologia. Atualmente desenvolve pesquisa com ênfase em História Social e Ciências Sociais Aplicadas, orientando em nível de graduação e pós-graduação principalmente nos seguintes temas: cidades, patrimônio histórico, memória, educação em museus e sociologia da educação.

Tony Willian Boita é museólogo e mestrando em Antropologia Social na Universidade Federal de Goiás (UFG), onde também atuou como professor substituto. É diretor do Museu das Bandeiras, da Casa da Princesa e do Museu Arte Sacra da Boa Morte, na cidade de Goiás, e também presidente do Conselho Regional de Museologia, participa da Rede dos Pontos de Memória e Museologia Social, da Rede LGBT de Memória e Museologia Social e da Rede de Educadores em Museus de Goiás. Desde 2011, desenvolve o mapeamento de museus, espaços de memória e iniciativas comunitárias em memória e história de grupos vulneráveis brasileiros, tal qual indígenas, quilombolas, periféricos e LGBT.

Serviço:

Projeto Café Com Pedro

Data: Quarta-feira, 21/11

Horário – 17h

Local – Jardim do Museu Pedro Ludovico. Rua Dona Gercina Borges Teixeira. N. 133. Centro. Goiânia-Goiás.

Entrada gratuita

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.