Obra de Merquior e Mário Ferreira dos Santos será debatida na UBE-Goiás

O professor-doutor João César de Castro Rocha vai debater a obra dos pensados José Guilherme Merquior e Mário Ferreira dos Santos

Ademir Luiz

João Cezar de Castro Rocha: crítico literário e professor universitário | Foto: Reprodução

Dois eventos em Goiânia destacam as obras de Filosofia e Crítica da Cultura —, colocando em debate a vida e obra de dois grandes pensadores brasileiros: José Guilherme Merquior e o filósofo Mário Ferreira dos Santos. Nos dias 27 e 29 de novembro, às 19 horas, a União Brasileira de Escritores recebe o público interessado em Filosofia e Crítica literária para duas palestras com o professor-doutor João Cezar de Castro Rocha, doutor em Literatura Comparada pela Universidade de Stanford (EUA) e docente da UERJ.

No dia 27, João Cezar falará sobre a vida e obra de José Guilherme Merquior, cuja coleção de obras é do acervo da É Realizações de São Paulo, editora que recebeu a autorização da família de Merquior para coordenar e relançar as obras daquele importante crítico e diplomata brasileiro. Merquior, sociólogo por formação, tende, cada vez mais, a ser considerado como filósofo.

Carlos Drummond de Andrade e José Guilherme Merquior: o poeta e o crítico | Foto: Reprodução

O filósofo Mário Ferreira dos Santos — cuja obra é reeditada pela É Realizações, também sob a coordenação de João Cezar Castro Rocha, será o tema da palestra do dia 29/11. Estudiosos e especialistas nos dois autores tão importantes no cenário da Cultura brasileira do século 20 terão a chance de ouvir e debater sobre temas relevantes da filosofia e da crítica atuais no país.

Coleção Logos

Na Coleção Logos, coordenada por João Cezar de Castro Rocha, todos os volumes da obra de Mário Ferreira dos Santos contam com um rigoroso aparato crítico, composto por um conjunto homogêneo de elementos. Isto é, além do óbvio cuidado com a fixação do texto, os livros apresentam índices analítico e onomástico, uma seleção de ensaios críticos e uma seção iconográfica, oriunda do arquivo do filósofo. Desse modo, o que se espera é contribuir tanto para a releitura de sua obra como para a conquista de novos leitores.

Nesta coleção, já foram publicados os seguintes títulos:

Filosofia da Crise

Filosofias da Afirmação e da Negação

Filosofia e Cosmovisão

Análise Dialética do Marxismo

De Mário Ferreira dos Santos, a É Realizações também publicou “Invasão Vertical dos Bárbaros” e “Homens da Tarde”, romance inédito do autor.

Mário Ferreira dos Santos: filósofo brasileiro | Foto: Reprodução

Biblioteca José Guilherme Merquior

José Guilherme Merquior foi crítico literário, ensaísta e diplomata. Mas, mais do que isso, foi uma das maiores inteligências brasileiras (discutiu, com repercussão internacional, a obra de Foucault e Derrida, para mencionar apenas dois nomes). Apesar de ter-se envolvido numa série de polêmicas em vida, sua erudição e sua cortesia permitiram que mesmo os seus adversários o respeitassem como homem de grande valor (na ditadura, ajudou, entre outros, os irmãos Rodolfo e Leandro Konder; nunca fez questão de divulgar o fato — exposto por Leandro Konder depois da morte de Merquior). Enriquecem a coleção uma vasta fortuna crítica, na qual estudiosos contemporâneos ajudam o leitor a compreender a relevância de Merquior seja no debate de então, seja na discussão de hoje, bem como a reprodução fac-similar de documentos pessoais do autor. Ele morreu, de câncer, com apenas 49 anos. E faz falta.

Já foram publicados os seguintes títulos na Biblioteca José Guilherme Merquior:

Formalismo & Tradição Moderna — O problema da arte na crise da cultura

Arte e Sociedade em Marcuse, Adorno e Benjamin — Ensaio crítico sobre a Escola Neo-Hegeliana de Frankfurt

O Marxismo Ocidental

O Liberalismo — Antigo e Moderno

Verso Universo em Drummond

De Anchieta a Euclides — Breve História da Literatura Brasileira

A Estética de Lévi-Strauss

Sobre João Cesar de Castro Rocha

João Cezar de Castro Rocha é professor titular de Literatura Comparada da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). É doutor em Letras pela UERJ (1997) e em Literatura Comparada pela Stanford University (2002). Ele foi presidente da Associação Brasileira de Literatura Comparada (Abralic, 2016-2017).

Ele é autor de 12 livros, entre os quais “Machado de Assis: Por uma Poética da Emulação” (Civilização Brasileira, 2013; Prêmio de Crítica e História Literária da Academia Brasileira de Letras; tradução para o inglês, Machado de Assis: Toward a Poetics of Emulation (Michigan State University Press, 2015); ¿Culturas shakespearianas? Teoría Mimética y América Latina (Universidad Iberoamericana/ ITESO, 2014); Cultures latino-américaines et poétiques de l’émulation. Littérature des faubourgs du monde ? (Éditions Petra, 2015) ; Culturas shakespearianas. Teoria mimética e os desafios da mímesis em circunstâncias não hegemônicas (É Realizações / 2017; English translation: Shakespearean Cultures. Latin America and the Challenge of Mimesis in Non Hegemonic Contexts, Michigan State University Press, forthcoming, 2018); Leituras desauratizadas: Tempos precários, ensaios provisórios (Argos / Editora da UFPE, 2017). Editor de mais de 20 títulos. Co-autor de um libro de diálogos com René Girard e Pierpaolo Antonello, Evolution and Conversion, traduzido para diversos idiomas, recebeu em 2004 o Prix Aujourd’hui, na França.

Castro Rocha foi professor visitante em universidades no Brasil e no exterior; ele recebeu, entre outras distinções: Visiting Professorship (Princeton University, 2014); Cátedra Francisco Eusebio Kino (Universidad Iberoamericana / ITESO, 2011); Cátedra Machado de Assis de Estudios Latinoamericanos (Universidad del Claustro de Sor Juana / Embaixada do Brasil, Mexico, 2010); Hélio and Amélia Pedroso/Luso-American Foundation Endowed Chair in Portuguese Studies (University of Massachusetts-Dartmouth, 2009); Humboldt-Forschungsstipendium (Alexander von Humboldt-Stiftung / Freie Universität – 2005-06); Ministry of Culture Visiting Fellow (University of Oxford, Centre for Brazilian Studies, 2004); Tinker Visiting Professor (University of Wisconsin, Madison, 2003); Overseas Visiting Scholar (Cambridge University, St John’s College, 2002); John D. and Rose H. Jackson Fellow, (Yale University, Beinecke Library, 2001).

Ademir Luiz é professor da UEG e presidente da UBE-Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.