Morre o compositor grego Vangelis, aos 79 anos

O compositor criou uma belíssima música para o filme “A Conquista do Paraíso”

Marcelo Franco

Morreu o Vangelis (Evángelos Odysséas Papathanassíu), aos 79 anos, na França, de Covid-19.

Vangelis: morte aos 79 anos | Foto: Reprodução

Pena que as festas de formatura estragaram uma belíssima composição sua, feita para “A Conquista do Paraíso”. Há uma grande cena no filme, a da chegada na América, que tem um significado profundo: o resultado da coragem de uns poucos mudando o mundo de uma maneira até então inimaginável — até os astronautas sabem o que podem encontrar, o que não ocorria com os desbravadores de 1400-1500. Sérgio Buarque, pai do Chico (ele mesmo chegou a se definir assim), tem um livro sobre a crença real, para alguns, de que se havia chegado ao paraíso bíblico.

A cena:

E a música que as solenidades de formatura quase estragaram (salvou-se porque festas bregas não destroem totalmente algo tão belo):

Grego, Vangelis se chamava Odysséas (Ulysses). Isso só pode ser destino. Quem compõe assim há de encontrar o Paraíso real, tenho certeza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.