Prosa Sonora reflete os antigos e novos caminhos da música

Banda carioca é headline do festival que acontece no Passeio das Águas | Foto: Thais Taverna

Foto: Divulgação

Em 2016, o festival Prosa Sonora chega a seu segundo ano e traz quatro edições de muita música entre os meses de julho e setembro. A fim de levar ao público os principais expoentes nacionais e regionais da música tradicional, com seus mestres e griôs, e da música contemporânea, com artistas que se apropriam da tradição para criar, o festival tem suas apresentações gratuitas, estas realizadas no palco do Teatro Sesi.  E quem proseia na abertura do festival é a banda paulista de 1998 A Barca, que vem pela primeira vez a cidade. O grupo entoa o espetáculo “Tempo de Reza”, que tem melodias do Catimbó Nordestino (recolhidas por Mário de Andrade), no repertório. Os goianos da antiga Vila Boa, Chapéu di Paia, também se apresentam na edição do dia 30 de julho, que começa às 20h.

Deixe um comentário