Largo do Bonfim, em Pirenópolis, recebe decoração de Natal

Além do Centro Histórico, a ponte de madeira sobre o Rio das Almas também deve ser iluminada e a prefeitura já trabalha na restauração do antigo mercado municipal

Foto: Divulgação

Luzes, presépio, árvore enfeitada e tudo aquilo que a tradição natalina manda. Os moradores e visitantes que passarem pelo Largo do Bonfim, no Centro Histórico de Pirenópolis, já podem admirar a decoração que enfeita a fachada do Divino Lounge Café, as palmeiras imperiais, na Igreja do Bonfim e na praça.

Além da iluminação com aproximadamente 3 mil metros de cordões de LED, foi montada uma árvore de natal de 8 metros e um presépio em tamanho natural.

Iniciativa do empreendimento turístico Quinta Santa Bárbara Eco Resort, o projeto ficou a cargo da designer Mari Tomé, que buscou inspiração nos símbolos tradicionais da festa e na união entre as famílias.

Foto: Divulgação

História

O Largo do Bonfim abriga a Igreja Nosso Senhor do Bonfim, construção bicentenária que integra o Conjunto Arquitetônico, Urbanístico e Histórico da cidade de Pirenópolis, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), desde 1988.

Construída por escravos entre 1750 e 1754, a igreja possui uma imagem de Nosso Senhor Jesus do Bonfim, que chegou de Salvador na data de início da construção, além de quatro sinos que estão entre os mais antigos do estado, datados entre os períodos de 1756 e 1865. É tradição da comunidade pedir a benção ao Nosso Senhor do Bonfim antes e depois de viagens, casamentos e festividades, como as cavalhadas e a Folia do Divino.

O secretário municipal de Turismo de Pirenópolis, Marcos Vieira, vê na iniciativa uma oportunidade de atrair ainda mais a atenção dos turistas para os monumentos históricos da cidade. Além do Centro Histórico, a ponte de madeira sobre o Rio das Almas também deve ser iluminada e a prefeitura já trabalha na restauração do antigo mercado municipal, que será usado como a casa do Papai Noel.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.