Hélio Moreira: “Instituições financeiras também devem incentivar a cultura”

O escritor preside Instituto Cultural da Sicoob Unicentro Brasileira, a maior cooperativa de crédito do Estado e que passa, a partir deste ano, a apostar no incentivo à cultura

Na foto Hélio Moreira

Hélio Moreira: “Incentivo à leitura é essencial atualmente” | Foto: Renan Accioly

A Sicoob UniCentro Brasileira, a instituição financeira cooperativa do Estado, está estruturando um instituto de apoio à cultura. O presidente é o associado Hélio Moreira, que já presidiu a Academia Goiana de Letras (AGL) e é escritor reconhecido no Estado.

Hélio aponta que o incentivo à leitura será o foco inicial do instituto, que ainda está sendo estruturado, mas que já tem ações prontas para serem implementadas:

“Vimos, no Canadá, um projeto muito interessante. É uma espécie de totem. Lá, espalharam esse aparelho por vários locais e a pessoa pode chegar e imprimir uma crônica. Assim, de forma gratuita. É um grande incentivo à leitura. Então, já fizemos um protótipo e vamos instalá-lo na sede do SicoobUni. Enquanto a pessoa espera para ser atendida, ela pode ler uma crônica, um conto ou um poema”.

A intenção é que o projeto se espalhe pela cidade e outros aparelhos sejam instalados em locais públicos para que os textos literários possam alcançar a população de uma forma mais ampla.

2 respostas para “Hélio Moreira: “Instituições financeiras também devem incentivar a cultura””

  1. Evoé, Hélio Moreira e sua prestigiosa entidade – Sicoob! A Arte agradece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.