Felipe Cardoso
Felipe Cardoso

Netflix cancela Super Drags após manifestações de repúdio

Sociedade Brasileira de Pediatria demonstrou preocupação com o desenho animado

Foto ilustrativa da séria Super Drags original Netflix

Alvo de inúmeros debates antes mesmo de sua estreia, a série Super Drags polemizou a ponto da Netflix, produtora original do conteúdo, anunciar seu cancelamento. A única temporada lançada pelo serviço streaming possui cinco episódios, agora, desprovidos de continuidade.

Aparentemente a decisão foi tomada com base nas diversas manifestações de repúdio ao conteúdo. Por meio de nota, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) se manifestou dizendo que via, à época, com preocupação o anúncio de estreia do desenho animado. O documento emitido pela Sociedade acrescenta que “a SBP respeita a diversidade e defende a liberdade de expressão e artística no País, no entanto, alerta para os riscos de se utilizar uma linguagem iminentemente infantil para discutir tópicos próprios do mundo adulto, o que exige maior capacidade cognitiva e de elaboração por parte dos espectadores.”

Nos comentários do trailer oficial publicado pela Netflix, seguidores da página também se manifestaram. Uma assinante diz que “acabou essa história de mensagem subliminar agora é na cara de pau mesmo”; outro questiona: “por que tudo que é escroto faz fama hoje em dia?”; um terceiro chega a declarar que a Netflix perdera um assinante. “5 anos de parceria terminada”, pontou.

A história gira em torno de três amigos gays que, ao cair da noite, se transformam em Drag Queens. Veja o que diz a sinopse: “Nesta animação super adulta, três amigos dão duro numa loja com um chefe escroto, mas levam uma vida secreta com as Super Drags montadas para encarar o crime e a caretice”

Mesmo adotando o gênero animação para abordagem do tema, o conteúdo não é destinado ao público infantil como bem frisa a sinopse. A classificação indicativa é de 16 anos, portanto, o desenho não foi disponibilizado na plataforma exclusiva para as crianças. O desenho, estrelado por Fernando Mendonça, Sérgio Cantú e Wagner Follare, até o momento permanece disponível e, ao que tudo indica, não há previsões para que a exibição seja interrompida.

Veja o trailer:

 

13 respostas para “Netflix cancela Super Drags após manifestações de repúdio”

  1. Avatar ROSSINY TAGORE CAVALCANTI E SILVA disse:

    Gosto de desenhos animados e sinto falta de desenhos como no pasapas, infelizmente tomaram o caminho totalmente errado ao criar desenho animado com esse tema. E preciso mais cuidado com esse tipo de material. O mundo infantil não pode ser bombardeado por pornografia dessa natureza. Falo pornografia, porque só um cego não veria uma cena onde um dos rapazes ao vê um outro homem. A imagem aponta para as nadegas do personagem e fica como um alerta piscando como se estivesse excitado pelo ânus. Nao Concordo com esse tipo de veiculação. E deplorável. Lamentável!

  2. Avatar Liziene disse:

    Eu mesmo me manifestei contraria a essa produção queremos entretenimento saudável.Excelente iniciativa.

  3. Avatar Warley disse:

    Acho ridículo as pessoas ficarem se preocupando com uma série que deixa bem claro que não é destinada ao público infantil. Faixa etária de 16 anos, quer mais o quê? Ou vai dizer que pelo simples de que é um desenho, não pode atender a um público mais maduro? A série pode até não ser do agrado de algumas pessoas, mas receber tanta crítica ao ponto de ser cancelada por isso… cadê a liberdade de expressão que tanto pregam?

    • Avatar Marcos disse:

      Liberdade de expressão significa que você pode falar o que acha correto e não ter medo de sofrer represálias por isso. A crítica e repúdio à essa obra nos mostra que meamo em tempos que não podemos ser conservadores ativos, nós podemos nos posicionar contra algo que vai diretamente contra nossas crenças. Respeito sua opinião e lhe desejo tudo de bom, mas isso é a depravação de algo que foi criado justamente para crianças, ou seja, as animações.

      • Avatar Victor disse:

        Mesmo que animação fosse ou não criado para o público infantil, já se foram mais de 100 anos desde a primeira animação, e igual tudo, também passou por um processo de evolução e agora também é feito para abordar temas mais adultos. Sem contar o fato de que esse desenho está no catálogo adulto da Netflix, se você tem um filho pequeno que não pode ver isso, o problema é seu por não cuidar do que seu filho assiste.

  4. A netflix colocou a faixa etária de 16 anos , ou seja , os pais deveriam ver o que as crianças assistem e também tem perfil só para crianças …. Achei um absurdo cancelarem , sendo que tem série mais fortes que essa …. O povo só ta de mimi porque é drags e acham que iram influenciar crianças , argumentos falhos …. É só não assistir , eu ameiii a série , voltem a postar os episódios <3

  5. Liziene e Rossiny , a netflix colocou a faixa etária indicando quem deve assistir e vocês como mães ou algo do tipo teriam que ver o que seus filhos assistem , além de ter um perfil só para criança , então parem de mimi …. A novela da globo tem muita baixaria e agora ta nesse mimi , ai me poupe né …. Todo mundo só ficou nessa putaria porque são drags que fazem essa série …. Netflix não cancelaaaaaaaaa

  6. Avatar KLEBER OLIVEIRA GUIMARAES FALCAO disse:

    esperando agora a nota de repudio ao Xvideos

    • Avatar Marcos disse:

      Xvideos é um site diretamente orientado para a distribuição de pornografia, desvinculado de um local onde estão sendo exibidos desenhos infantis e cujo público engloba menores de 12 anos, que ainda não entendem tais assuntos

  7. Avatar flocos disse:

    todos temos opiniões diferentes nem tudo agrada aos seres humanos eu gosto do desenho e ponto final se não gosta não assista só isso

  8. Avatar Daniel Lopes Lima disse:

    A única coisa lamentável sobre tudo isso é vocês acharem que desenhos animados são exclusivamente para crianças. Até onde eu sei, nos anos 20, desenhos eram para todos, inclusive adultos, contendo coisas como fumo, álcool e armas de fogo, mas por causa dessa praga politicamente correta, desenhos animados se tornaram uma forma de arte castrada, se entupindo de cores vibrantes e lições de moral cheias de clichês enquanto a minoria de animações para adultos possuí vários temas “obscenos” como sexo, profanidade e preconceito sem nenhuma história ou comédia real. Obrigado, pais, por colocarem seus pirralhos mimados e super protegidos em frente no que costumava ser uma bela e respeitada arte.

    • Avatar Marcos disse:

      Por favor, caso você consiga citar um desenho animado antigo cujas representações de utilização de roupas do sexo oposto, beijos gays, violência extrema, crueldade e utilização de drogas não tiveram como único propósito o entrenimento e a quebra de expectativa do público, arrancando nossos risos e sorrisos e encantando as nossas lembranças, eu agradeceria, e lamentaria.
      Obrigado

  9. Avatar Nilton B. disse:

    Estamos vivendo em tempos surreais e bizarros.
    Uma minoria de homossexuais estão ditando as regras para o seu filho. Enquanto estamos calados eles estão trabalhando para alienar as crianças nas mídias sociais.
    Ideologia de gênero é para adultos. Deixem as crianças em paz! O foco dessa gente é transformar todas as crianças em homossexuais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.