Finalista do prêmio Kindle, Fernanda Mellvee lança livro de contos

Reflexões sociais e o protagonismo feminino são os principais temas de ‘Ausente noite outras histórias de adultério

Finalista do prêmio Kindle de 2018 com o romance Amarga Neblina, a autora gaúcha Fernanda Mellvee lança, neste mês de dezembro, sua mais nova obra. Intitulado “Ausente noite outras histórias de adultério” (Editora Berserkir, 106 páginas, R$ 30,00), o livro reúne contos que trazem questionamentos e críticas sociais, além de levar o leitor à reflexão, principalmente, no que se refere ao protagonismo feminino.

Disponível já para pré-venda através de plataformas digitais, como o site da Amazon e as redes sociais da escritora, a obra traz narrativas com foco no realismo fantástico, romance, lirismo marcante, melancolia, além de uma história baseada em fatos reais que envolve um cenário conhecido de Porto Alegre, o “Castelinho do Alto da Bronze.

Nesse conto, Mellvee relata a história de amor de Nilza Linck, uma jovem desquitada e mãe de um menino, e Carlos Eurico Gomes, um influente político da época. Para manter seu romance em segredo, Carlos Eurico, que era casado, construiu um castelo de inspiração medieval, localizado no Centro Histórico de Porto Alegre, na esquina entre as ruas Vasco Alves e Fernando Machado. Com o tempo, o local passou a servir de cativeiro, pois Nilza era proibida até mesmo de se aproximar das janelas.

“A prisioneira do castelinho de pedra”, um doce conto de libertação e uma bela demonstração feminista de como a mulher pode e inclusive deve ser feliz sozinha quando não puder se sentir livre dentro de um relacionamento, ou, como diz a narradora: “Antes ser gata em qualquer borralho. A partir de agora sou fada-madrinha de mim, serei rainha-mãe onde eu quiser, porque toda mulher já nasce deusa e tem o universo dentro de si.”, escreve Mellvee.

Sobre a autora

Fernanda Mellvee nasceu sob a lua nova de uma quinta-feira tempestuosa, quando ainda fazia frio em agosto. Além de escritora, é formada em Letras e mestra em Literatura Comparada (UFRGS). 

A autora possui contos e poemas publicados em antologias no Brasil e no exterior, bem como se dedica à tradução literária, tendo realizado a tradução de textos de Joseph Conrad, William John Locke, entre outros. Além desta obra, publicou os romances: Amarga Neblina, que foi finalista do Prêmio Kindle de Literatura em 2018, e Atrás da cortina (2020). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.