Escritora goiana selecionada pela Lei Aldir Blanc lança primeiro capítulo de HQ

A obra, conta Marcella, evidencia a luta interna do bem e do mal, e, para esse fim, recorre a ferramentas como a psicologia arquetípica de Jung e Vogler

Na semana em que o protagonismo das mulheres é ressaltado em diversas áreas, a literatura goiana tem o que comemorar: a designer gráfica e escritora Marcella Andrade lança, nesta sexta-feira, 11, entre 18h e 20h, na Livraria Palavrear, no Setor Universitário, em Goiânia, o primeiro capítulo de “Os Guardiões da Crux”. Trata-se de livro de história em quadrinho (HQ) – uma seara normalmente dominada por homens -, cujo público-alvo é formado por jovens a partir de 13 anos, na mesma linha de sucesso dos mangás japoneses e das publicações da Marvel.

A obra, conta Marcella, evidencia a luta interna do bem e do mal, e, para esse fim, recorre a ferramentas como a psicologia arquetípica de Jung e Vogler, dentro uma narrativa encabeçada pela Jornada do Herói, de Joseph Campbell. Todos os personagens foram desenvolvidos pela autora utilizando o folclore nacional. Para se ter ideia de como essa premissa foi levada a sério, a ambientação é totalmente inspirada na cultura brasileira, com destaque para o Estado de Goiás.

“A proposta se justifica pela carência de material nacional de cunho épico que, ao mesmo tempo, trabalhe o folclore nacional e a expansão das HQs para gêneros além do terror e infantil”, destaca Marcella, que começou a pensar nos personagens ainda durante sua graduação em designer gráfico, pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), em 2017.

Na época do mestrado, cursado na University for the Creative Arts (UCA), localizada no Sul da Inglaterra, a jovem desenvolveu o primeiro capítulo de “Os Guardiões da Crux”. “É possível aliar métodos tradicionais de criação de personagens e explorar um nicho criativo como o tratado na pesquisa”, complementa Marcella.

Em 2021, mais uma vitória. O projeto foi selecionado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult Goiás) a partir de edital da Lei Aldir Blanc, instituída no País como medida de emergência para os setores cultural e criativo, fortemente impactados pela pandemia de covid-19. Como contrapartida social, 200 livros serão distribuídos gratuitamente durante workshop que Marcella realizará no Colégio Estadual CEP II Coração de Jesus, no Setor Aeroviário, em Goiânia. Na ocasião, além de falar sobre a obra, a autora irá detalhar o processo de criação dos personagens e da narrativa da história.

Sinopse
Kaolin sempre soube que um dia precisaria assumir as responsabilidades da Vila em que morava, Gacrux, visto que Naná, sua querida mãe, um dia não poderia mais proteger a vila dos segredos que envolvem o continente todo. No festival da Grande Lua cheia, Kaolin presencia sua vila ser massacrada por seres que não deveriam existir além dos contos de fadas. Em seus minutos finais de vida, seu delírio a leva crer nessas lendas antigas e desejar a Jaci, a Deusa da Lua, uma chance de vingança. No decorrer da história, somos introduzidos aos Guardiões da Crux, uma organização responsável por manter a existência dessas criaturas sobrenaturais em segredo. Agora resta-nos saber se Kaolin conseguirá se vingar, mesmo que isso custe sua humanidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.