Mariza Santana

Raras vezes um escritor consegue escrever um romance onde a protagonista é mulher sem que a personagem não apresente aqueles estereótipos da visão masculina, tais como a fêmea fatal que leva o homem à loucura, a adúltera que no final é castigada pelo seu erro ou aquela que age por impulso. Muitos são os clássicos da literatura mundial nesse sentido e nem cabe aqui citar.

Mas o escritor goiano Geraldo Rocha, no romance “Perfume de Lavanda”, consegue se despir dessa visão machista, predominante na nossa sociedade latino-americana, para construir uma heroína moderna, ao mesmo tempo dedicada à sua carreira profissional e preocupada em buscar a felicidade verdadeira no amor.

A obra nos apresenta Sabrina, uma bailarina nascida em Patos de Minas (MG), cuja trajetória a leva a integrar uma companhia de dança em São Paulo e depois para estágios de dança em Nova York e Paris, visando aperfeiçoar sua técnica para melhores atuações e perfeição na dança. Como muitas meninas do interior, ela tem um namorado da época de adolescente, Ricardo, com quem se relaciona há muitos anos, mas que nutre um ciúme doentio da companheira.

Por isso, Ricardo não se apresenta como o parceiro ideal para uma moça que sonha em alçar voos mais altos como bailarina. Para não tirar a surpresa da leitura, adianto apenas que Sabrina seguirá perseguindo seus sonhos de ser uma grande bailarina e também encontrar o amor verdadeiro. Ela viverá grandes alegrias e pesados infortúnios, descobrirá a realização da maternidade e caminhará sempre em frente, contando com o apoio amoroso de seus pais e de seu irmão preferido.

Devido ao ciúme doentio do namorado de infância, confesso que temi por uma tragédia, tão comum em inúmeros casos da vida real nos dias de hoje, onde o ex-companheiro ciumento mata a amada por não conseguir aceitar o fim do relacionamento. Mas não é isso que acontece. A narrativa da vida de Sabrina, contada com sensibilidade por Geraldo Rocha, vai se desenrolando de uma maneira suave, às vezes dramática, mas com muito sentimento, até o final, no cenário representado por uma cultura de lavanda na região da Provence, na França.

“Perfume de Lavanda” é um romance gostoso de ler, a protagonista é uma mulher forte, mas sensível, que trilha pelos caminhos da vida procurando sempre fazer o bem (talvez um pouco certinha demais, prefiro personagens mais complexos, que encerram em si o bem e o mal, afinal somos todos tecidos por tramas contraditórias). Mas vale a pena conferir a trajetória dessa bailarina nascida no interior mineiro que conquistou os palcos do mundo.

Geraldo Rocha nasceu em Crixás (GO).  Advogado e empresário, o escritor gosta da vida no campo, de rock e futebol. É também autor do romance “O Mirante da Montanha”. O livro “Perfume de Lavanda” foi publicado em 2021. Ele vive em Goiânia com sua família.

Mariza Santana é jornalista e crítica literária. Email: [email protected]