Eltânia André revela o Brasil gerido pelo horror em “Duelos”

Autora lança a coletânea de contos “Duelos”, pela editora Patuá, no Festival Literário de Paraty, que tem início nesta quarta-feira (25)

Eltânia André mapeia a violência nossa de cada dia em novo livro |Foto: Divulgação

A escritora Eltânia André lança na próxima edição do Festival Literário de Paraty, que tem início nesta quarta-feira (25), sua mais nova obra, “Duelos”, pela editora Patuá. O livro reúne contos pungentes e poeticamente trágicos, nos quais Eltânia André mapeia a violência nossa de cada dia, a doméstica, a social, a familiar, a psicológica, a moral, a política e a econômica.

Escrito sob o ímpeto do assombro, revela o Brasil gerido pelo horror, crianças mortas por balas perdidas, o povo acuado pela violência das ruas, do Estado. Nesses Todas as formas de agressão ao individual e ao coletivo, em que os personagens vivem no fio da lâmina, experimentando seus becos-sem-saída, espelho de um quotidiano em que é tênue a fronteira entre viver e sobre-viver.

Natural de Cataguases-MG, Eltânia André atualmente mora em Lisboa. Também é autora do livro de contos “Manhãs adiadas” (Dobra Editorial, SP, 2012) e dos romances “Para fugir dos vivos” (Ed. Patuá, SP, 2015) e “Diolindas” (Ed. Penalux, SP, 2016, escrito em parceria com Ronaldo Cagiano).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.