Curta-metragem mostra a trajetória da pianista Belkiss Spenzieri

Curta é dirigido pela premiada diretora Simone Caetano

Foto: divulgação

Curta dirigido pela cineasta goiana Simone Caetano, mostra a trajetória da pianista Belkiss Spenzieri no universo da música erudita brasileira. Nascida na Cidade de Goiás, Belkiss foi a maior intérprete de Camargo Guarnieri, ela transformou a cena da música erudita em Goiás e no Brasil. Divulgou a música brasileira, criou a segunda Orquestra Sinfônica Feminina do mundo e fundou a primeira Escola de Música de Goiás (hoje EMAC-UFG). O filme traz a voz de Belkiss para contar sua história que segue intercalada com depoimentos de familiares, amigas e alunos. Rodado em Goiânia, Cidade de Goiás e Rio de Janeiro, a diretora pretende levar os espectadores para o universo onde a história da vida da musicista aconteceu. Mostrando uma linguagem moderna ela sobrevoa o Rio por onde a pianista morou e estudou durante um bom tempo de sua vida.

Trailer do filme Belkiss

Simone Caetano sempre acompanhou a história de Belkiss, e em 2005, quando estava estudando cinema, tinha um projeto e queria propor para a pianista a ideia de fazerem um filme sobre a vida dela. Foi nessa mesma época que Belkiss adoeceu e faleceu em Goiânia. “Sou uma grande admiradora de Belkiss e meu desejo era poder fazer um filme junto com ela, e sua morte mexeu muito comigo. Fiquei muito sentida e acabei guardando o projeto que ela nem chegou a ver”, diz Simone. Em 2017, motivada pelo desejo de pesquisar mulheres que contribuíram para o crescimento cultural e político de Goiás, a diretora retomou a ideia do filme, “fiz a proposta para os familiares de Belkiss e com a parceria de Mazé Alves (produtora do filme) e do cineasta Fabio Meira (roteirista), buscamos todo o material possível com as falas e entrevistas da pianista. Assim pudemos trazer Belkiss pra contar o sua própria história”, conta a diretora. Com a ajuda dos familiares de Belkiss, do Museu da Imagem e Som de Goiás, da TV Anhanguera, TV Brasil Central e da pesquisadora Luciana Freire a produção conseguiu reunir um vasto e rico material de arquivo.

No filme estão as duas grandes amigas que viveram próximas dela até o momento em que partiu – Dona Fifia (Maria Lucy Veiga Teixeira) e Dona Tânia (Maria Luiza Póvoa da Cruz), dois alunos de Belkiss que construíram uma carreira de sucesso mundo afora – Luiz Blumenschein, conhecido pianista que vive na Alemanha, e Éricka Vilela – também pianista que segue o legado de Belkiss. Além do filho Bruno Spenzieri e da nora Lilian Carneiro de Mendonça, o filme reúne todos os netos da musicista e traz um depoimento feito pela secretária dela, Maria Alice Siqueira, conhecida por Malá, que até hoje cuida da casa onde Belkiss passou sua vida. O filme será distribuído em Festivais e Mostras por todo o Brasil e no exterior. “A intenção é levar a história da “dama do piano”, como dona Belkiss é conhecida por aqui, para ser vista por muitas pessoas”, afirma Mazé Alves.

Foto: divulgação

Simone Caetano destaca que “vale lembrar que conseguimos realizar esse doc através da Lei Goyazes, importante incentivo para exibirmos um filme como BELKISS, com toda a qualidade e riqueza de conteúdo que tentamos mostrar”. BELKISS foi realizado pela produtora BALACOBACO FILMES, com apoio institucional da LEI GOYAZES, SEDUCE e do ESTADO DE GOIÁS. O filme será EXIBIDO na TV UFG no DIA 26 DE MARÇO às 18h, será lançado também nas REDES SOCIAIS e canal do YOUTUBE da TV UFG, Balacobaco Filmes, UFG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.