A colorida tela corporal de Marcos Abranches

Portador de coreoatetose, o artista da cia paulista Vidança apresenta o solo “Corpo Sobre Tela”, no Sesc Centro, pela mostra Manga de Vento

Foto: Vanessa Moraes

Foto: Vanessa Moraes

O coreógrafo e dançarino Marcos Abranches apresenta “Corpo Sobre Tela”, um solo inspirado na vida e obra de Francis Bacon, na capital goiana. Portador de coreoatetose, sintoma raro decorrente de uma lesão cerebral, Abranches pensa seu estado físico, enquanto referência para o estudo da construção de sua linguagem artística corporal, o qual desenvolve desde 2003. Realizada na noite da quinta-feira, 7, a apresentação integra a mostra Manga de Vento, idealizada por Kleber Damaso, e tem como palco o Teatro Sesc Centro.
“Corpo Sobre Tela” traz o artista paulista, da cia Vidança, como pincel e, assim, ele acaba por pintar um quadro em cena. “Sou livre para o silêncio das formas e cores, na riqueza de pintar uma obra. As cores são vida. Podemos ser mais coloridos na forma de pensar”, diz ele que ainda apresenta uma performance no R³ Gabinete de Arte, na sexta-feira, 8; e realiza um bate-papo pelo “Encontro Conversado” da Casa Corpo, no sábado, 9.

Serviço
Corpo Sobre Tela de Marcos Abranches (SP)
Dia: 07 de julho
Horário: 20h
Local: Teatro Sesc Centro
Entrada: R$ 15, a inteira

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.