Coletivo Casa do Zôto abre as portas com arrecadação de livros e flash tattoo 

Evento contará ainda com bodypiercing e show da Banda Delas (DF), formada somente por mulheres

Banda Delas (DF): Anna Moura (vocais, violão e percussão), Flô Furacão (vocais, violão, piano e escaleta), Mariana Nardi (percussão), Marília Nóbrega (vocais, violão e violoncelo) e Társia Chacon (violão e baixo). Foto: Divulgação

O coletivo Casa do Zôto, que reúne estabelecimentos e eventos ligados à cultura e à arte, será apresentado numa inauguração oficial neste sábado (24), das 13 às 20 horas. As atividades serão realizadas num espaço localizado na Avenida Assis Chateaubriand nº 1620, no Setor Oeste, em Goiânia.

Fazem parte do coletivo o projeto de arte urbana 889, que engloba trabalhos com grafite, pintura e mural; a loja de roupas Catu Pra Deitar e Rolar, que oferece pijamas e outras peças confortáveis masculinas e femininas; e a loja de insumos para tatuagens Go Ink. As lojas funcionarão de segunda a sexta-feira, das 09 às 18 horas, e aos sábados, das 09 às 12 horas.

A Casa do Zôto também receberá, todo mês, eventos que envolvem pintura, música, exposições, workshops e reuniões de movimentos, entre outros. O coquetel de inauguração será voltado para convidados e terá como entrada a doação de, pelo menos, um livro por pessoa. Podem ser doados livros de qualquer gênero, com exceção dos didáticos.

As obras arrecadadas serão destinadas para o projeto “Da Caixa Pra Caixola”, organizado pelo coletivo Casa do Zôto. O projeto consiste numa espécie de biblioteca móvel, que funcionará na Casa do Zôto, mas também será levada para estabelecimentos parceiros do coletivo, como bares e estúdios de tatuagem. “A ideia do projeto é estimular a leitura, o contato visual com o livro em ambientes de descontração e diversão”, explica a fundadora do coletivo, Ísis Leão.

A proposta é que as pessoas peguem um livro numa das caixas da biblioteca móvel para ler, sem nenhum custo, e devolvam nesses parceiros ao término da leitura. Ao pegar a obra, o leitor preenche uma ficha e coloca-a na caixinha que fica junto com os livros, mas a devolução dos mesmos não é controlada pelo coletivo, porque a intenção é estimular uma relação de confiança.

Flash tattoo e show
A inauguração do espaço, neste sábado (24), também contará com sessões de flash tattoo, feitas pelas tatuadoras Virgínia Regozino, que trabalha com tatuagem artística há 16 anos e já ganhou seis prêmios em eventos de tatuagem, e Lorena Lima, conhecida como Lolla, que atua há três anos nesse ramo. Entre os estilos que o público poderá escolher estão colorido, fauna e flora, como pássaros, florais e insetos.

Tatuadora Virgínia Regozino. Foto: Divulgação

Também serão feitas tatuagens femininas delicadas, com traço fino, atendendo as mulheres que gostam de tatuagens mais discretas e suaves. Quem se interessar em fazer a flash tattoo poderá escolher entre desenhos pré-definidos para o evento, a partir de R$ 50. Além disso, será realizado bodypiercing a partir de R$ 60 com Lanna Furtado, que trabalha com aplicação de piercing há dois anos.

Outra atração será a Banda Delas, de Brasília, que fará um show no evento. Criada em 2012, a banda é formada somente por mulheres, sendo elas Anna Moura (vocais, violão e percussão), Flô Furacão (vocais, violão, piano e escaleta), Mariana Nardi (percussão), Marília Nóbrega (vocais, violão e violoncelo) e Társia Chacon (violão e baixo).

A banda explora gêneros musicais que vão da MPB ao funk e do baião ao rap. Chorinho, samba, sertanejo e forró também compõem as referências de composições e interpretações do grupo, que se inspira em nomes como Bia Ferreira, Linn da Quebrada, Graveola e o Lixo Polifônico, Iza, Marina Peralta e Karol Conká. Atualmente, a Banda Delas apresenta um repertório autoral com 15 canções.

Serviço
Inauguração da Casa do Zôto
Data: 24/11 (sábado)
Horário: das 13h às 20h
Local: Casa do Zôto (Av. Assis Chateaubriand nº 1620, Setor Oeste – Goiânia)
Entrada: um livro

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.