Brincadeira não cai bem e famosos saem em defesa de Fábio Assunção

Carolina Dieckmann, Klebber Toledo e Tata Werneck postaram mensagens em suas redes sociais; ator desmentiu texto fake

Em solidariedade a Fábio Assunção, diversos famosos vieram a público em defesa do ator, que enfrenta o problema da dependência química e tornou-se motivo de piada. O rosto de Fábio virou máscara em diversos blocos de Carnaval do país, mas a brincadeira não caiu bem. Carolina Dieckmann, Klebber Toledo e Tata Werneck postaram mensagens em suas redes sociais.

Carolina Dieckmann cobrou empatia das pessoas e determinou que essa piada ultrapassa os limites. “Além de figura pública, apresento a vocês um ser humano portador de uma doença chamada dependência química. Alguém faz piada com atores que tem câncer? Piada tem limite sim, já o amor e a empatia são infinitos. Bora tomar cuidado para que a nossa alegria de carnaval não seja motivo de tristeza para alguém. Temos muito para aprender”.

Klebber Toledo seguiu o mesmo caminho e comentou que falta compaixão aos humanos. “Mundo sem sentido, sem razão. Mundo sem educação, sem informação. Alguém sabe o que é compaixão? Mundo cão. Respeito?”

“Chega de rirmos da dor alheia e de fazermos piadas disso! Todo meu amor e torcida ao meu amigo querido“, escreveu Marcelo Serrado.

Mariana Rios também se manifestou: “Respeito é o ato de não fazer aos outros o que jamais gostaríamos que fizessem com a gente. É dar espaço para que os outros expressem suas opiniões, sem discriminação ou punições… É não maltratar, humilhar ou espezinhar as pessoas, simplesmente porque nos consideramos certos ou melhores”.

“Dependência química é um problema sério. Usar máscara de alguém que está sofrendo e precisa de ajuda no carnaval é nojento. Vamos ter empatia, respeito. Um homem talentoso, do bem, querido por todos, que precisa de ajuda. Que tem filhos. E que tem a coragem (que muitos não teriam) de vir a público pedir ajuda de todos nós“, disse Tata Werneck.

Texto fake

Com a repercussão da “brincadeira”, um texto supostamente escrito por Fábio Assunção começou a circular pelas redes sociais, mas o próprio ator já afirmou que o escrito não é de sua autoria .

“Sei que vocês têm motivos para zombar e brincar com a situação que ocorreu comigo, porém, estou em um momento delicado da vida, alcoolismo é sim uma doença, já fiquei internado, já fui preso, já perdi atuações em novela, já perdi alguns familiares, tudo por causa dessa doença. Eu quero parar de beber, mas não consigo, estou lutando contra isso todos os dias, às vezes penso no pior, o que me deixa mais triste é as zombações que escuto todos os dias, achando que é normal brincar com algo tão sério. Peço desculpas a todos os transtornos causados nos últimos tempos e quero dizer que apesar de tudo não vou desistir. Obrigada a todos pelas orações“, dizia a publicação.

Música

No mês de janeiro, uma outra polêmica envolveu Fábio Assunção e os músicos Gabriel Bartze e Bruno Magnata, da banda La Fúria, autores de uma música que leva seu nome e fala sobre sua dependência química e alcoólica. A música intitulada Fábio Assunção traz em sua letra os dizeres “Hoje eu vou beber, hoje eu vou ficar locão”.

O ator, ao invés tomar qualquer medida mais enérgica, fechou acordo com os músicos para que todo o valor arrecadado com a música fosse doado para instituições que tratam dependentes químicos e alcoólicos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.