Aos 91 anos, morre Zygmunt Bauman

Foto: Reprodução

Yago Rodrigues Alvim

Sociólogo e filósofo, o polonês autor de “Amor Líquido” (2003), Zygmunt Bauman faleceu nesta segunda-feira, 9, em Leeds, na Inglaterra. Ele estava com 91 anos e a causa de sua morte ainda não foi divulgada.

Nas obras, ele discutiu a brevidade e vaporização das relações humanas na atual e conectada realidade, que por sua virtualidade, caminhou para tais características. Seu último livro traduzido para português, “A riqueza de poucos beneficia todos nós?”, foi lançado em 2015.

“Obcym u naszych drzwi”, sua última obra, foi lançada no ano passado. A morte do teórico foi anunciada pelo jornal polonês Gazeta Wyborcza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.