André Abujamra estreia na literatura infantil

Depois de guardar o original por 15 anos na gaveta, celebrado ator e cantor brasileiro estreia na literatura infantil com “Robô não solta pum”, que conversa com crianças e adultos sobre conceitos simples do cotidiano e devaneios de um pai sem dormir

Em 2005, André Abujamra rascunhava aquele que seria 15 anos mais tarde o seu livro de estreia no universo da literatura – uma das sete formas de arte que, até então, ele não havia experimentado. Escrito em uma época em que os filhos José e Pedro eram pequenos, Robô não solta pum revela os pensamentos e os devaneios de um pai sem conseguir dormir direito há dias.

Publicada pela Saíra Editorial, a obra do renomado músico, ator e multi-instrumentalista brasileiro concede asas à imaginação das crianças ao deixar a tradicional pergunta “mas por quê?” ainda mais divertida e desafiadora. Ele abre questionamentos sobre temas triviais do cotidiano, como a origem das palavras “barbante” e “algodão-doce”, e dicotomias, como o claro e o escuro, o céu e o mar.

A frase Robô não solta pum, que dá nome ao livro, é uma das obviedades trazidas pelo autor para divertir os pequenos leitores ao longo das 32 páginas da obra. Já as indagações – muitas vezes sem respostas – fazem convite a jovens, papais, mamães e avós para se libertarem das amarras impostas pela vida adulta. O objetivo? Ajudar a deixar a rotina mais leve com as ideias livres para questionar sem medo e, até mesmo, bolar teorias próprias e mudar conceitos. 

“Por que bicho não fala? Será que não fala mesmo?
E se fala, por que a gente não entende?
Então, eu acho que japonês não fala;
eu não entendo japonês.”
(Robô não solta pum, pág. 20)

O livro ganhou mais vida com as ilustrações da artista plástica Ana Paula Oliveira, que se inspirou em desenhos da filha Jade e usou diversas técnicas de desenho e colagem para formar as imagens. As composições trazem ainda mais força ao “livre pensar”, convidando crianças, jovens e adultos a libertar a criatividade e alçar voos mais altos junto das indagações e das percepções de Abujamra.

Esse talento para incentivar a criatividade e a imaginação por meio da arte é herança do pai, Antônio Abujamra (in memoriam), que foi um dos mais aclamados atores e diretores do teatro brasileiro. André também busca inspirar todas as idades por meio da música, com produções próprias sobre o amor, a cultura brasileira e temas do dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.