A fim de valorizar o Centro goiano, Escola de Rock realiza “O Centro É Nosso”

O evento tem como atrações a banda Lácio, performance dramática, exposição fotográfica, minisessões de curta de horror, arte-mural e muito mais

Beco Secult

Foto: Secult

A Escola de Rock Washington Micena, a fim de valorizar o Centro da capital goiana, abre suas portas para aos artistas daqui, com suas diversas manifestações e linguagens. Realizado na noite do domingo, 15, “O Centro É Nosso” tem como atrações a banda Lácio, performance dramática, exposição fotográfica, minisessões de curta de horror, arte-mural e muito mais.

Formada por Poliana Queiroz, Rodrigo Coelho, Reginaldo Mesquita, Washignton Micena, a banda Lácio conta com as participações especiais de Marcos Santos e João Emanuel e traz o melhor da Música Marginal Brasileira. A performance fica por conta dos artistas dramáticos Irma Liria e Thiago Harley, do Basileu França. Já a exposição, idealizada por R. Romano, também curador da mostra de curtas de horror, tem como tema a “Arte Cemiterial”. O artista plástico dinamarquês, radicado em Goiânia, Ole Jorgensen expõe sua arte-mural.

Serviço
O Centro É Nosso
Quando: 15 de novembro, domingo
Horário: 18h
Onde: Rua 20
Ingressos: R$10,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.