A Farândola Teatro apresenta o espetáculo “Malagueta na Labuta”

A palhaça Malagueta não lida apenas com vassouras e espanadores, ela ressignifica seus instrumentos, associando o trabalho doméstico a arte

A Farândola Teatro-circo estreia no domingo, 30, o espetáculo “Malagueta na Labuta”, com a atriz e palhaça Fernanda Pimenta. O espetáculo-solo coloca em cena uma palhaça, uma mulher que abraça o espaço da comicidade e explora humor a partir de sua subjetividade feminina e feminista. As relações sociais de gênero, no que diz respeito a divisão do trabalho e de funções na sociedade impediram e ainda impedem que mulheres alcancem determinadas posições, com a palhaçaria não é diferente. Apenas nas últimas décadas, mulheres começaram a construir uma comicidade distinta e desatrelada do universo masculino. “Malagueta na Labuta” suscita, entre outros temas, uma reflexão acerca da violência contra mulheres e da liberdade sexual feminina. O espetáculo ainda realiza um recorte de classe, apresentando uma mulher trabalhadora, uma empregada doméstica em um dia de trabalho. Nesse dia, a palhaça Malagueta não lida apenas com vassouras e espanadores, ela ressignifica seus instrumentos, associando o trabalho doméstico a arte.

Malagueta recebe um áudio de WhatsApp de uma de suas patroas, solicitando-a para uma faxina de urgência. A cena tem início com a diarista se dirigindo a um ponto de ônibus e o que se segue retrata as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores no transporte coletivo, mais especificamente as contrariedades sofridas pelas mulheres nesse ambiente, incluindo o assédio sexual.

Fernanda Pimenta: atriz e palhaça | Foto: Divulgação

A diarista encontra a casa suja e revirada, típico cenário que resulta de uma festa regada a muita bebida e inicia o seu trabalho. Primeiramente há um embate com uma de suas ferramentas, o avental. Em seguida, em outras ferramentas, como os espanadores, encontra uma forma de se divertir, criando uma realidade em que testemunha o início e o trágico fim de uma relação amorosa, talvez nem tão trágico assim. Durante a limpeza, Malagueta transforma objetos do ambiente, como a moldura de um quadro e a caixa de um instrumento musical em coisas outras, com as quais dialoga, joga e brinca de maneiras inusitadas.

Fernanda Pimenta já atuou e ainda atua em vários grupos de teatro da capital goiana, participa de espetáculos infantis e faz parte de grupos circenses, como o Coletivo Muié do Riso e o Coletivo Pandoras, formados apenas por mulheres. Portanto, a comicidade não é uma novidade em sua trajetória. Há alguns anos, além do trabalho com o teatro, Fernanda tem trabalhado com palhaçaria. Já participou, como palhaça, de espetáculos com o Grupo Bastet e com a Cia. ju cata-histórias. Em 2020, aliou o trabalho com a comicidade à pesquisa acadêmica, fazendo da palhaçaria feminina objeto de sua pesquisa de doutorado realizada na UnB. Também no ano passado, em meio à pandemia, momento de tristezas em que o riso se faz ainda mais necessário, finalmente, deu início a montagem do seu espetáculo solo, com direção de Thaise Monteiro, sua parceira de palco e de projetos, pelo seu próprio grupo, a Farândola Teatro-circo, com apoio da Lei de Incentivo à Cultura do município de Goiânia.

O espetáculo com o apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura-Goiânia. (Material da produção do espetáculo)

Sinopse

A diarista Malagueta é requisitada, por uma de suas patroas, para uma faxina de urgência. Entre a desordem da casa, avental e espanadores, Malagueta cria outras realidades, estreitando os limites entre trabalhar e brincar, o que torna a lida diária menos dura e mais agradável, fazendo confluir suor e riso.

Ficha técnica

Palhaça: Fernanda Pimenta

Direção: Thaise Monteiro

Direção de Movimento: Miqueias Paz

Preparação circense: Gabriel Coelho

Preparação musical: Diogo Machado

Figurino: Marcela Faria (@costuroafetos)

Cenário: Wagner Gonçalves

Maquiagem: Padu Cecconello

Cenotecnia: Ivan Willian

Produção: Farândola Teatro-circo

Comunicação: Cultivo Projetos Criativos

Design Gráfico: Cultivo Projetos Criativos

Fotografia: Layza Vasconcelos

Vídeo: Andréia Miklos e Sérgio Valério (Fora da Lei)

Assessoria de imprensa: Cia de Arte Poesia que Gira

Serviço

Espetáculo “Malagueta na Labuta”

Data: Domingo 30 de maio (estreia)

Hora: 19 horas

Apresentação remota no Youtube: Canal Basileu França (Escola do Futuro em Artes Basileu França)

Classificação: 14 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.