8º Festcine Goiânia homenageia (in memoriam) documentarista Luiz Cam

Lourival Belém Jr (e) e Luiz Cam: amigos desde a adolescência, parceiros da vida toda, dois dos criadores do Cineclube Antônio das Mortes | Foto: Guaralice Paulista

O cineasta e arquiteto goianiense Luiz Cam terá homenagem póstuma no 8º Festcine Goiânia 2017, entre os dias 18 e 21 de novembro, no Cine Goiânia Ouro, na Rua 3, 1016. Cam, que faleceu de câncer em junho de 2015, aos 52 anos, deixou dois documentários de curta-metragem assinados na direção, no roteiro e na montagem, “As margens da Vila Roriz” (2002) e “Desterro” (2004).

Além disso, ele assina produção, roteiro, montagem, direção de arte e de fotografia em uma série de filmes de outros diretores, como Lourival Belém Jr, médico psiquiatra e documentarista, seu amigo desde a adolescência, parceiros da vida toda, dois dos criadores do Cineclube Antônio das Mortes.

Lourival Belém Jr é convidado especial do festival. Seus filmes também ficarão em cartaz nesses quatro dias de mostra, demonstrando a simbiose indefectível das obras dos dois amigos. Entre os destaques do cinema de Belém Jr estão “As cidadelas invisíveis” (2001), “Imagens da cidade dos homens” (2005) e “Recordações de um presídio de meninos” (2009).

Organizado pela Prefeitura de Goiânia, a edição especial do 8º Festcine Goiânia, que terá duração de seis meses, começou no dia 18 de julho e vai até 15 de dezembro.

Programação

Dia 18 (às 20 horas – cerimônia de abertura)
l “Desterro” (direção de Luiz Cam)
l “As margens da Vila Roriz” (direção de Luiz Cam)
l “Quinta essência” (direção de Lourival Belém Jr e Ronaldo Araújo)

Dia 19 (às 20 horas):
l “Recordações de um presídio de meninos”
(direção de Lourival Belém Jr)
l “As cidadelas invisíveis” (direção de Lourival Belém)
l “Desterro” (direção de Luiz Cam)

Dia 20 (às 20 horas):
l “Concerto da cidade” (direção de Lourival Belém Jr)
l “Imagens da cidade dos homens” (direção de Lourival Belém Jr)
l “As margens da Vila Roriz” (direção de Luiz Cam)

Dia 21 (às 20 horas – cerimônia de encerramento)
l “Autonomia” (direção de Lourival Belém Jr)
l “Dois nove cinco ponto cinco” (direção de Lourival Belém Jr e Ronaldo Araújo)
l “Dedo de Deus” (direção de Lourival Belém Jr e Márcio Gomes Belém)
l “Desterro” (direção de Luiz Cam)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.