As 8 melhores frases de Francis Coppola

“Tudo aquilo que construir em grande escala ou com muita paixão convidará, irremediavelmente, o caos”, adverte o diretor de “O Poderoso Chefão”

Um dos mais célebres cineastas de todos os tempos,  Francis Coppola, recebe mais um prêmio pela brilhante carreira

Um dos mais célebres cineastas de todos os tempos, Francis Coppola, recebe mais um prêmio pela brilhante carreira

“Suas explorações ao redor do poder e sobre os horrores e o absurdo da guerra transcenderam sua obra artística, transformando-se em ícones coletivos e universais do imaginário e da cultura contemporâneos”
Júri do Prêmio Princesa das Astúrias das Artes

Yago Rodrigues Alvim

O cineasta americano Francis Coppola, célebre por sua trilogia “O Poderoso Che­fão” (1972), foi anunciado na semana passada como o vencedor na primeira categoria do prêmio espanhol Princesa das Astúrias das Artes, que está em sua 35ª edição. “Renovador temático e formal” foram características ressaltadas pelo júri, bem como sua exploração sobre poder, horror e absurdos da guerra, que se cristalizam nos dias atuais. Inspirado por isso, o crítico Antonio Muñiz, do jornal madrileño ABC, listou célebres frases do diretor de Detroit.

Segundo ele, o pai da também diretora Sofia Coppola (Lost In Translation, 2004) deixou tais frases, relativas a temas diversos, nas bocas de personagens em roteiros memoráveis. As primeiras são do próprio Don Vito Corleone:

1) “Vem à minha casa no dia do casamento de minha filha me pedir que mate por dinheiro”;
2) “Vou fazer-lhe uma oferta que não poderá recusar”.
Em “Apocalypse Now” (1979), o Tenente-Coronel Bill Kilgore, interpretado por Robert Duvall, lança:
3) “Você sente esse cheiro, menino? É napalm, filho. Nada no mundo cheira como isso. Eu adoro o cheiro de Napalm pela manhã”.
No mesmo longa há um diálogo que se reflete à situação de guerra (tão valorizada pelo júri espanhol):
4) “Tenho visto horrores… horrores que você já viu. Mas você não tem direito de me chamar de assassino. Você tem o direito de me matar. Você tem o direito de fazer isso… mas você não tem direito de me julgar”.
Já em “The Rainmaker” (1997), há as frases:
5) “Sabe como adivinhar quando um advogado está mentindo? Quando seus lábios se mexem”;
6) “A diferença entre um advogado e uma prostituta é que o advogado não deixará de te foder mesmo que você esteja morto”.
Dentre outras célebres frases, já frutos da língua do próprio diretor, o jornalista ressaltou algumas:
7) “Os Estados Unidos e a Máfia têm suas mãos manchadas de sangue por ter sido necessário proteger sua força e seus interesses”.
Já sobre as grandes realizações, disse Coppola:
8) “Tudo aquilo que construir em grande escala ou com muita paixão, convidará irremediavelmente o caos”.

Deixe um comentário