A Arábia Saudita está interessada em estabelecer uma aliança militar com os Estados Unidos, segundo a agência de notícias Reuters. Com o pacto, os americanos ficariam responsáveis em defender os sauditas em caso de alguma agressão externa. Mas, em contrapartida, o país arábe deve reconhecer Israel como país e estabelecer relações diplomáticas.

Atualmente, o acordo está em andamento e os dois países concordaram com algumas partes do que está sendo negociado. Além das garantias de segurança, existe a possibilidade de um estado palestino ser estabelecido com as negociações envolvendo os três países. Fora que os EUA esperam que a Arábia Saudita se distancie da China.

Por outro lado, uma aliança entre os americanos e os sauditas pode refletir diretamente no BRICs, já que os sauditas foram admitidos no grupo recentemente. Além de causar insatisfações com a China e a Rússia, a situação pode irritar países vizinhos como o Irã. Também convidados para a aliança, os iranianos são “rivais” dos EUA e da Arábia Saudita.

Independente de quem ficar irritado com a aliança militar, o pacto é visto como otimista e pode ser um dos mais importantes da história do Oriente Médio.