Três mulheres foram mortas neste domingo, 11, quando um homem sacou uma arma e abriu fogo em uma reunião de moradores de um prédio de apartamentos em Roma, na cidade de Fidene. O autor do disparo, Claudio Campiti, foi preso depois do atentado. As informações são da agência de notícias italiana Ansa.

“Ele entrou na sala, fechou a porta e gritou ‘Vou matar todos vocês’ e então começou a atirar”, disse uma testemunha à agência de notícias italiana Ansa.

Outras quatro pessoas ficaram feridas no tiroteio, com pelo menos uma delas sofrendo ferimentos graves.

O suspeito é um morador local que estava em uma série de disputas com a associação de moradores, disse outra testemunha ao Rai News.

A arma semiautomática usada no atentado foi retirada de um stand de tiros, no qual Campiti tinha acesso. Ele já havia solicitado porte dos armamentos, porém foi negado.