A Prefeitura de Caldas Novas, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, em parceria com o Instituto Recicleiros, implantou a coleta seletiva no município. O projeto foi inaugurado nesta segunda-feira, 6, com investimento de R$ 3 milhões de ambas. O programa está sendo executado pela cooperativa Recicla Caldas Novas e começou pela Unidade de Processamento de Material Reciclado, no Setor Itaguaí ll.

O prefeito Kleber Marra (MDB) acompanhou o lançamento do programa e afirmou se tratar de um sonho. “Foi uma das primeiras metas que tracei ao assumir a prefeitura. Tivemos muito trabalho para chegar até aqui. Com essa iniciativa estamos saindo à frente de grandes centros e nos tornando referência em todo Brasil no quesito sustentabilidade”, salientou.

Segundo o gestor, com a implantação do programa estão sendo geradores cerca de 45 empregos diretos e indiretos. O secretário de Meio Ambiente, Sérgio Gustavo, pontou que o processo de coleta é bastante simples. “O cidadão pode consultar através do site chegouareciclagem.org.br para saber o dia e horário que o caminhão passará em seu bairro. No site, também é possível verificar a lista dos materiais que são recicláveis”, disse.

Prefeito Kleber Marra durante assinatura do Termo de Cooperação Técnica com o Instituto Recicleiros  | Foto: divulgação/Pref. de Caldas Novas
Prefeito Kleber Marra durante assinatura do Termo de Cooperação Técnica com o Instituto Recicleiros | Foto: divulgação/Pref. de Caldas Novas

Inicialmente, a estimativa é que serão recolhidas 70 toneladas de material por mês. O presidente da Cooperativa Recicla Caldas Novas, Marcelo Afonso, salienta que a população não precisa fazer a separação de objetivos, mas ter atenção a vidro ou materiais cortantes. Para a coleta seletiva porta a porta, não é necessário acondicionar separadamente os materiais, uma vez que os catadores fazem a triagem nos galpões das cooperativas, No entanto, é preciso separar plástico, vidro, papel e metal do lixo comum, deixá-los limpos, secos e compactados em um saco à parte”, destacou.  

“Em Caldas Novas, tivemos todo o apoio e empenho da Prefeitura para tornar a coleta seletiva realidade. Agradeço ao prefeito Kleber Marra, que tem uma visão estratégica de política pública, afinal, esse não é um projeto de um mandato, mas sim um legado para toda população”, ressaltou o presidente do Instituto Recicleiros, Rafael Henrique.