O Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese), formaliza, na próxima segunda-feira, 23, a contratação da atualização do projeto de engenharia para a duplicação da GO-462, que será doado à Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra).

A contratação é o cumprimento de acordo de cooperação firmado entre a Goinfra e o Codesi, em setembro de 2022, para viabilizar a duplicação de 16,8 Km da rodovia, entre a Escola de Agronomia da UFG e o acesso municipal a Santo Antônio de Goiás.

A assinatura acontecerá na sede do Secovi Goiás, e contará com a presença do presidente da Goinfra, Pedro Sales, do presidente do Codese, Carlos Alberto Moura de Paula, do prefeito de Santo Antônio de Goiás, Kleber Cosme de Freitas, do deputado estadual Bruno Peixoto, entre outras autoridades, além da empresa contratada para a execução do serviço, a Latitude Engenharia.

A atualização do projeto está estimada na ordem de meio milhão de reais. A doação, além de economizar os recursos públicos, também simplifica o processo de contratação dos serviços de execução da obra, que será realizado pela Goinfra.

Esse é o único acesso à capital que ainda não possui duplicação e, de acordo com o Codese, será importante para a mobilidade urbana de quem chega de Santo Antônio do Descoberto, Nova Veneza e outros municípios da região norte.

A duplicação da via é um sonho antigo dos moradores e vinha sendo planejada desde 2017 pelo governo do Estado. Naquele ano, um projeto foi feito mas, com as novas normas viárias e instruções de projetos rodoviários, ele precisa ser atualizado, o que será viabilizado com a parceria com o Codese.

A Goinfra havia assinado previamente um termo de aceite para a recepção do projeto atualizado, que deve ser concluído em um prazo de quatro meses a partir da assinatura do contrato. A empresa responsável pelo projeto será a Latitude Engenharia, a mesma que elaborou a primeira versão do mesmo.