A gêmea siamesa separada Valentina segue em estado grave e em coma induzido, segundo boletim médico divulgado nesta terça-feira, 24, pelo Hospital Estadual da Criança e do Adolescente (Hecad). Apesar de exames constataram uma melhora nas crises convulsivas, ela teve uma piora clínica e precisou de medicamentos para controlar a pressão arterial. A menina continua respirando com ajuda de aparelhos e se alimenta por meio de uma sonda nasogástrica.

Por outro lado, Heloá também segue em estado grave, mas está estável e respondendo bem ao tratamento. Ela não teve mais febre desde o último boletim e respira sem a ajuda de aparelhos. Durante o final de semana, a mãe das duas gêmeas, Waldirene do Prado, publicou um vídeo dela conversando.