A Companhia Celg de Participações (Celgpar) realiza no dia 16 de março, a partir das 9h, um exercício prático de simulado de emergência na Pequena Central Hidrelétrica (PCH) do Povoado de Rochedo, que pertence ao município de Piracanjuba. O exercício é uma ação preventiva destinada apenas para a população nas Zonas de Autossalvamento (ZAS).

O objetivo orientar e capacitar a população sobre como agir em uma eventual situação de emergência. O exercício conta com apoio logístico das Defesas Civis do município de Piracanjuba e do Estado de Goiás e com a colaboração do Corpo de Bombeiros Militar.

Antes do exercício, a Celgpar deve realizar uma reunião no próximo sábado, 2 de março, a partir das 9h30, na Escola Estadual Dona Clotilde Costa, localizada a Av. Coronel Josué Costa e Silva, s/n, Povoado de Rochedo, Piracanjuba/GO. Moradores da localidade, donos de chácaras e lideranças políticas, sociais e religiosas da região estão sendo convidados para o evento preparatório do exercício simulado.

A população também receberá mapas com as rotas de fugas, além de instruções para obedecer a sinalização e aos avisos sonoros. Além de entender os motivos essenciais para se concentrar no ponto de encontro em uma eventual situação real de emergência.

A iniciativa integra o Plano de Ação de Emergência (PAE), previsto na Lei Federal nº 12.334/2010 (alterada pela Lei nº 14.066/2020), da Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB), em aplicação pela Usina de Rochedo. O Plano contempla diversas fases, como o cadastramento dos moradores próximos à área da Usina, a instalação das sirenes, palestras com orientações e visitas aos moradores.

Lembrando que a instalação é monitorada permanentemente por equipes especializadas e pelos órgãos reguladores, como Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Fora que estrutura passa por inspeções e manutenções preventivas e de rotina para sua conservação e segurança. Sem ter sido registrados acidentes ou incidentes relacionados à segurança da barragem.

Leia também:

Fio de energia cai e mata 13 vacas em Itaberaí

Deputada quer instituir Política Estadual de Compensação da Energia Solar