Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) aprova, nesta quinta-feira, 15, a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2023. A LOA é o instrumento legal que estabelece o orçamento do Estado, estimando a receita e fixando a despesa do Governo para o ano seguinte. A Lei Orçamentária Anual prevê um planejamento que indica o quanto e onde gastar o dinheiro público, com base no valor total arrecadado pelos impostos. O relator do projeto é o deputado Wilde Cambão (PSD).

Quem elabora a proposta de orçamento é o Poder Executivo, que, em seguida, envia o projeto ao Legislativo para a respectiva avaliação, aprimoramento, recebimento de emendas, discussão e aprovação dos parlamentares. Em seguida, o autógrafo de lei volta ao Governo para que receba a sanção e entre em vigor.

Conforme o projeto encaminhado pela Governadoria, a receita total do Estado para 2023 está estimada em R$ 39.947.309.000,00. Os números são muito similares aos apresentados na LOA 2022 onde a receita era também da ordem de R$ 39 bi.