Pela primeira vez na história, a Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) tem a sua sede própria. A edificação, com mais de 44 mil m² e que esteve paralisada desde 2005, foi entregue em abril deste ano, mesmo com todos os contratempos provocados pela pandemia da Covid-19. Segundo o líder da Casa de Leis, Lissauer Vieira (PSD), uma conquista para o parlamento goiano.

“Pela primeira vez na história o Poder Legislativo de Goiás tem a sua sede própria. Um prédio moderno, confortável e totalmente sustentável, à altura de sua importância para toda a população goiana. Sem dúvidas, uma conquista, não só dessa Legislatura, mas de todos os parlamentares que já passaram por essa Casa de Leis, servidores e, acima de tudo, de todos os cidadãos goianos. Um legado dessa atual gestão que ficará para as gerações futuras”, ressaltou Lissauer Vieira.

Com área total construída de 44.528,71 m², o Palácio Maguito Vilela conta com galeria para mais de 200 pessoas, sala dedicada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), dois miniplenários, um auditório com capacidade para 600 pessoas, 11 salas de comissões temáticas, cinco salas de reuniões, Escola do Legislativo, restaurante-escola (Cora), duas lanchonetes, área de atendimento de saúde, departamentos administrativos e presidência.

O legislativo em Goiás

Na cidade de Goiás, um prédio na Rua da Abadia foi a primeira sede do Poder Legislativo do estado. Nesse prédio, onde hoje funciona uma escola da APAE, foram desenvolvidos os trabalhos da Constituinte Goiana de 1891, presidida por Joaquim Fernandes de Carvalho, além de onze legislaturas.

Com a democratização, a Assembleia Legislativa de Goiás é reaberta em 1947. Dessa vez, já em Goiânia. Durante menos de um mês funcionou provisoriamente no prédio do Museu Histórico, na Praça Cívica – hoje Museu Zoroastro Artiaga.

Instalou-se, em seguida, na Avenida Goiás, quase em frente ao Grande Hotel, no então Palácio da Pecuária – pertencente à Sociedade Goiana de Pecuária. O que deveria ser provisório se prolongou até o final de março de 1962, quando a Assembleia Legislativa de Goiás finalmente ganhou sede própria na Alameda dos Buritis.