A gêmea siamesa separada Heloá teve uma piora na ferida operatória, segundo boletim médico divulgado nesta segunda-feira, 30. De acordo com o Hospital Estadual da Criança e do Adolescente (HECAD), ela continuará em vigilância na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas apresenta uma evolução clínica. No momento, ela não está mais recebendo antibióticos, continua com a dieta oral e respira normalmente sem ajuda de aparelhos

Valentina também teve uma piora na ferida operatória, mas continua em coma e com status epiléptico e um quadro neurológico grave. Ela ainda teve a dieta nasogástrica interrompida por conta de vômitos e uma distensão abdominal. A gêmea também passará por mais exames para avaliar abdome obstrutivo.