O Zoológico de Goiânia retirou a grade de proteção que separava o casal de aves da espécie harpia. O macho, chamado Eros, foi doado pelo Zoológico de Itaipu Binacional, no Paraná, e chegou à Goiânia há seis meses. Desde então, ele e a fêmea Hera passavam por processo de adaptação mútua.

A espécie é considerada “mãe de todos os pássaros”, por ser a maior águia do mundo, podendo chegar a 9 quilos de peso e 2,2 metros de envergadura. Além de sofrerem consequências por questões como o desmatamento, são alvo da caça predatória e captura indevida. Hoje a espécie está ameaçada de extinção.

O presidente da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul), Valdery Júnior, destaca que o casal de aves se adaptou muito bem e se uniram sem brigas. “As harpias são agressivas, portanto podem se matar quando soltas no mesmo local. A adaptação de Eros e Hera foi um sucesso”, afirmou, ao contar que a harpia fêmea está preparando o ninho para reprodução.

Valdery frisa ainda a importância de projetos para conservação de espécies, bem como parcerias entre zoológicos. “No Zoológico de Goiânia, temos um corpo técnico preparado para cuidar, observar e deixar os animais confortáveis para o acasalamento e reprodução. Desta maneira, mantemos diversas espécies, essas tão importantes para a cadeia alimentar”, pontuou.

Harpia Fêmea

Em 2013, a harpia fêmea chamada Hera foi levada para o Zoológico de Goiânia. A ave foi encontrada com lesões em diferentes partes do corpo, após ter levado tiros de chumbo em Cocalzinho de Goiás. Desde então, foi estabelecida uma rotina de cuidados e monitoramento dos aspectos clínicos e adaptativos de Hera, com cronograma alimentar adequado.

No início de 2023, houve sinais de intoxicação por chumbo. Imediatamente foram realizados procedimentos em parceria com especialistas na área de silvestres. Um veterinário de Brasília, especializado em anestesia, dirigiu-se até Goiânia para a aplicação dos medicamentos. A cirurgia foi feita pela equipe técnica do Zoológico de Goiânia. Foram retirados mais de quatro balotes, ficando apenas dois alojados. A harpia se recuperou bem.

Curiosidade

Na mitologia grega, Eros era considerado o Deus do amor e do erotismo. Era um dos Erotes. Primeiramente, foi considerado como um Deus do Olimpo, filho de Afrodite com Ares, ou apenas de Afrodite, conforme as versões.

E, Hera ficou conhecida como a deusa grega das mulheres, dos casamentos, da família e dos nascimentos. Era a rainha dos deuses, pois era casada com Zeus.