O Procon Goiânia divulga as planilhas de preços de 113 produtos que podem entrar em promoção na Black Friday, que ocorre nesta sexta-feira, 25. A coleta foi realizada em oito estabelecimentos entre os dias 17 e 21 de novembro. A lista, com valores das mercadorias, é composta por produtos como eletrodomésticos, televisores, celulares, notebooks, eletroeletrônicos, dentre outros itens.

A pesquisa tem como objetivo ajudar o consumidor a comparar os preços que serão praticados no dia da Black Friday, e se for constatada elevação de preço, o Procon Goiânia deverá ser acionado para autuar o estabelecimento. O órgão fará, nesta sexta-feira, 25, plantão para receber as denúncias e orientar os consumidores sobre as compras.

Os canais de atendimento estarão disponíveis para reclamações de falsos descontos, cancelamento da compra sem justificativa e outros problemas que possam ocorrer. O Procon Goiânia vai autuar as empresas que praticarem publicidade enganosa ou por descumprimento de oferta. O consumidor poderá denunciar por meio dos telefones 3524-2936 e 3524-2942 ou aplicativo Prefeitura 24 horas.

Orientações

Além da lista com os valores dos produtos, o órgão orienta, ainda, o consumidor a procurar com antecedência informações sobre a marca e itens de interesse. É importante, conforme o órgão, fazer uma lista das mercadorias ou serviços, e estipular um limite de gasto, evitando, assim, gastar mais do que o previsto. Na hora da compra, verificar a reputação da empresa, o prazo de entrega e a política de trocas.

Qualquer produto, nacional ou importado, deve apresentar informações em português de forma clara, com o CNPJ do fabricante ou importador, além dos riscos à saúde e segurança. Os produtos devem apresentar o preço à vista e, se vendidos de forma parcelada, o total a prazo, as taxas de juros mensal e anual, como o valor e números de parcelas.

Nas compras on-line, o consumidor precisa verificar a autenticidade do site. Observar se a extensão HTTPS e o cadeado fechado estão presentes na barra de endereço. Navegar nos canais oficiais das lojas. Evitar clicar em links de ofertas recebidos por e-mail, aplicativos de mensagens ou redes sociais, porque às vezes podem ser vírus.

Nas compras feitas fora do estabelecimento comercial, como, por exemplo, por telefone, a domicílio ou online, o consumidor pode realizar a devolução do produto dentro do prazo de 7 dias após o recebimento.

Confira neste link a pesquisa do Procon com lista de preços praticados durante a Black Friday