Uma mulher de 29 anos foi hospitalizada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após se submeter a um procedimento estético para aumentar o tamanho do bumbum em uma clínica em Goiânia. Betânia Lima Guarda deu entrada no hospital com embolia pulmonar, seguida de hemorragia nos pulmões, e seu estado de saúde é considerado crítico.

Segundo Cláudio Fernandes, ex-marido de Betânia, a equipe médica temia pela vida dela devido às complicações. Embora seu quadro esteja apresentando melhoras, a paciente permanece na UTI devido a complicações renais, pulmonares e inflamações musculares. Essas informações são da TV Anhanguera. Betânia está internada no Hospital Premium desde a última sexta-feira, 23. O Jornal Opção entrou em contato com a unidade hospitalar em busca de informações sobre seu estado de saúde, mas ainda não obteve resposta.

A jovem realizou o procedimento sozinha com uma esteticista na clínica em Goiânia na última sexta-feira. A delegada Emília Podestà, responsável pelo caso, informou que a profissional afirmou ter utilizado “ácido hialurônico com um bioestimulador”. A delegada também relatou que já foram ouvidos o ex-marido de Betânia, um amigo e a esteticista responsável pela aplicação do produto. A polícia irá realizar uma perícia na solução aplicada e nos prontuários médicos para compreender o que ocorreu com a jovem.

É prematuro afirmar que a proprietária da clínica tem culpa, de acordo com Emília Podestà. Ela ressaltou que ainda não se sabe se a paciente tinha alguma alergia não comunicada ou se havia tomado algum medicamento antes do procedimento, sem informar à clínica. A delegada também esclareceu que está verificando se o produto utilizado possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A investigação solicitou informações aos órgãos responsáveis, como Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária estadual, para verificar a regularidade do estabelecimento.