Em menos 4 meses, o Terminal Isidória, em Goiânia, sofreu dois atos de vandalismos após uma reforma de quase 3 anos. O último foi registrado na madrugada desta quarta-feira, 23. Funcionário do RedeMob Consórcio percebeu a ação e acionou a Polícia Militar (PM), que levou o homem para a Central de Flagrante.

De acordo com informações do Rede Mob, dois totens que disponibilizam informações sobre as linhas e horários dos ônibus do local foram vandalizados.

Os equipamentos foram quebrados internamente e não funcionam mais, causando prejuízo de cerca de R$ 6 mil. Segundo o Rede Mob, os danos ainda estão sendo avaliados para informar previsão de substituição.

Em nota, o RedeMob Consórcio pontua que repudia qualquer ato de vandalismo contra o serviço. “Informa que os prejuízos, infelizmente, prejudicam a própria população usuária do sistema”, lamenta.

Vale lembrar que um outro toten foi vandalizado no dia 26 de julho deste ano, no 1º dia de funcionamento do terminal após a reforma que durou quase 3 anos. Naquela ocasião, um usuário do transporte coletivo, que estava embriagado, confessou o ato de vandalismo e foi conduzido para a delegacia. O equipamento foi quebrado internamente e deixou de funcionar, causando prejuízo de mais de R$ 4 mil. Uma semana depois ele foi substituído.

Inauguração do Terminal Isidória

O Terminal Isidória foi entregue no dia 25 de julho, após quase 3 anos de reforma. As obras começaram em fevereiro de 2020 e o investimento total foi de R$ 19,5 milhões.

Cerca de 1,5 milhão de passageiros devem passar pelo local todo mês. A área construída passou de 2,1 mil para 7,9 mil metros quadrados, ou seja: ele é três vezes maior do que o antigo. Está prevista a passagem de 22 linhas de ônibus pelo local.

A reestruturação permite ao espaço receber, no futuro próximo, os ônibus do BRT Norte-Sul.