Aline Rodrigues
Com informações de Fabrício Vera

A vereadora Kátia Maria (PT), que foi empossada na Câmara Municipal de Goiânia na manhã desta quarta-feira, 1, destacou a necessidade de promover mudanças no Plano Diretor de Goiânia. Ela citou como exemplo o acidente envolvendo o motociclista Warley Melo Adorno, de 22 anos, que morreu após ser arrastado pela enxurrada, na última segunda-feira, 30, no Jardim América. No início da sessão, houve um minuto de silêncio em homenagem à morte do motociclista. “É uma amostra grátis do que vai acontecer nos próximos anos se nós não fizermos alguns ajustes no Plano Diretor. A Casa precisa ter a hombridade, a Prefeitura precisa ter a hombridade pra fazer, como fizeram com o IPTU, a correção da lei”, disse.

Durante o discurso no plenário da Casa, a vereadora falou em fazer um mandato ‘bairrista’, com o trabalho voltado aos bairros da capital. Segundo a parlamentar, o foco será fazer uma administaração “democrática”, com a participação da população goianiense nas pautas consideradas mais importantes. “Nós vamos andar vários bairros por dia, escutando a população, detectando o problemas e apresentando soluções também”, destacou.

De acordo com Kátia Maria, o mandato será realizado em oito frentes, com a criação de comitês temáticos que irão atuar em cada uma das áreas. São eles: Saúde, Educação, Meio Ambiente, Direito à Cidade, Cultura, Assistência Social, Segurança Pública e Desenvolvimento Econômico Local Sustentável. Entre os objetivos iniciais, está o trabalho junto ao Paço Municipal para zerar o atual déficit de vagas na rede pública de educação.

“Eu tenho um compromisso com a Educação porque eu sou pedagoga. Então nós vamos trabalhar para suprir esse déficit de 7 mil vagas pra educação infantil, porque eu sou mãe, eu fiz a minha faculdade com a minha filha no colo. Eu sei o que as mães de Goiânia passam e nós vamos trabalhar fortemente pra que essa meta seja cumprida”, enfatizou.

Na área da saúde, o foco principal será a fiscalização. “Nós vamos fazer a cobrança de um SUS de porta aberta, pra que a gente tenha todas as unidades de saúde funcionando. Não é nem um projeto de lei propriamente dito, mas a ação de fiscalizar, de cobrar e de propor”, afirmou, não deixando de pontuar que é usuária recorrente do serviço.

Posse

A petista assumiu a vaga do vereador Mauro Rubem (PT), que conquistou uma cadeira na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) nas eleições de 2022. Ainda durante o discurso, Kátia Maria enalteceu o trabalho do antecessor e desejou sucesso no novo cargo que será ocupado por ele, a partir desta quarta. “Eu tenho a honra de continuar compartilhando aqui, dando sequência ao trabalho do Partido dos Trabalhadores”, concluiu.

Assim como o antecessor, a parlamentar reforçou que fará oposição à gestão do prefeito da capital, Rogério Cruz (Republicanos) na Câmara Municipal. “O PT é um partido que teve candidatura na eleição passada, que tem posicionamento muito diferente das posições que a atual administração defende, mas é também uma oposição que é consciente, que é respeitosa, que coloca o povo em primeiro lugar”, pontuou.

No ano passado, a presidente do PT em Goiás tentou uma vaga na Alego e em 2018, concorreu as eleições para chefe do executivo municipal. A parlamentar não obteve êxito em ambos os pleitos.

Além dela, Denício Trindade (MDB) também assumiu o posto de vereador no lugar de Clécio Alves (MDB), que foi eleito deputado estadual.