Zinedine Zidane entrou na lista dos cotados para substituir o técnico Tite no comando da Seleção Brasileira. Neste domingo, 25, o jornal francês L’Équipe afirmou que o ex-atacante se tornou candidato a vaga por preencher os requisitos básicos que estariam sendo exigidos pela cúpula da CBF.

De acordo com o tradicional periódico francês, o perfil de Zidane seduz a CBF por ser um técnico estrangeiro que está livre no mercado e com larga experiência. O ex-jogador nunca comandou uma seleção, mas conquistou o respeito do mercado como técnico por conduzir o Real Madrid a três títulos da Liga dos Campeões.

Zidane é conhecido do torcedor brasileiro por ser o algoz da seleção em duas Copas do Mundo. Em 1998, liderou a França na vitória por 3 x 0 sobre o Brasil, na decisão daquele Mundial. Em 2006, já mais experiente, sobrou em campo no triunfo por 1 x 0, pelas quartas de final.