Até o dia 11 de dezembro, as 1.013 unidades de ensino da rede estadual estão com matrículas abertas para novos estudantes. O prazo vale para quem está vindo de outras redes de ensino, como municipal, federal e privada. Além disso, há vagas para pessoas de outros estados e para aqueles que pretendem retornar à sala de aula. O processo é feito diretamente pelo site matricula.go.gov.br ou, para quem não tem acesso à internet, pode procurar uma unidade de ensino, onde o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), está disponibilizando computadores para ser feito o procedimento.

Os alunos que já estudam na rede estadual, a renovação de matrícula é feita de forma automática, sendo necessária a confirmação por meio do termo de renovação assinado pelos pais ou responsáveis diretamente na escola.

Caso o aluno não tenha interesse em permanecer na mesma escola em que estuda neste ano, é preciso solicitar a transferência até o dia 11, na própria instituição que está matriculado. Nesse processo, não haverá a reserva de vagas na unidade de preferência, pois é feita a indicação de até três opções nas quais deseja concorrer a uma vaga.

Nas escolas da rede estadual de ensino, o Estado tem entregado uniforme, mochila e material escolar. No Ensino Médio, os estudantes podem ser beneficiados com a entrega de Chromebooks e com o programa Bolsa Estudo, que destina a cada jovem R$ 110,00 mensais.

Saiba como solicitar uma vaga na rede estadual de ensino

1 – O estudante ou familiar deve acessar o site www.matricula.go.gov.br e clicar no link “Solicitar matrícula”.

2 – É importante ter em mãos todos as informações e documentos necessários:

• nome completo do aluno (sem abreviação);

• data de nascimento;

• sexo;

• nome completo da mãe (sem abreviação);

• nome completo do responsável (alunos menores);

• CPF do aluno (ou do responsável);

• endereço;

• telefone para contato;

• e-mail;

• etapa de ensino, série e turno nos quais deseja se matricular.

3 – Nesta etapa, o usuário deve preencher o formulário e, ao final, indicar três opções de escola estadual de sua preferência. É o sistema de matrícula informatizada que fará a alocação, ou seja, a definição da vaga, com base nessas indicações e no número de vagas disponíveis em cada unidade escolar para o ano de 2023.

Atenção! A Seduc ressalta que é preciso indicar TODAS as três opções de escola conforme preferência, pois a vaga concedida seguirá essa ordem. No caso de não haver vaga nas três escolas escolhidas, uma quarta escola, mais próxima da primeira opção, será designada ao estudante. Cuidado ao selecionar as escolas de preferência! Existem escolas públicas estaduais com o mesmo nome em municípios diferentes. Por isso, ao consultar a escola, o município aparecerá ao lado do nome, destacado na cor verde, para evitar engano.

4 – Agora é preciso finalizar a solicitação, enviando os dados. Em instantes, um comprovante de solicitação de vaga será encaminhado ao e-mail cadastrado.

5 – A última etapa da matrícula é a confirmação/efetivação, que deve ser feita entre os dias 19 e 23 dezembro. Para saber onde o estudante foi alocado e será matriculado, basta acessar novamente o site matricula.go.gov.br e fazer a consulta pelo número da solicitação e data de nascimento. A confirmação é feita diretamente na unidade de ensino que disponibilizou a vaga.

Na escola, o estudante ou responsável deve apresentar os documentos pessoais (RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento e comprovante de endereço atual), além dos documentos escolares (histórico escolar, ficha individual e/ou declaração de transferência). Pronto! A vaga para o ano letivo de 2023 já está garantida e, para que não reste dúvida, outro comprovante será enviado ao e-mail cadastrado pelo usuário.

Assista o passo a passo no vídeo: