A Escola do Futuro de Goiás (EFG) Sarah Luísa Lemos Kubitschek de Oliveira, no município de Santo Antônio do Descoberto, recebeu oito novos laboratórios nesta sexta-feira, 12. Os investimentos, na ordem de R$ 7 milhões,  foram feitos através do Fundo Protege e utilizados na aquisição de equipamentos para montagem dos ambientes, incluindo um braço robótico.

Ao todo, foram inaugurados oito laboratórios de tecnologia, sendo eles de Robótica, Eletrônica, STEAM, Tecnologia da Automação, Criativo, Informática, E- sports e Inteligência Artificial; além de três espaços de inovação (STAI): coworking, Inove Lab e espaço de pré-incubação. 

Além da estruturação dos laboratórios, a EFG Sarah Luísa Lemos Kubitschek Oliveira recebeu mais de R$ 3 milhões em investimentos para execução de obras. Estes recursos são provenientes de convênio firmado com o Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com contrapartida do Governo de Goiás. Desde agosto 2021, quase 1,5 mil alunos concluíram cursos na unidade. 

Oportunidade

A presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, participou da inauguração. “Antes de Ronaldo Caiado, as crianças e jovens que tinham oportunidade eram as que viviam em grandes centros. Hoje, o governador traz à nossa juventude, em cada canto do Estado, a oportunidade por meio da educação, sem deixar ninguém para trás”, salientou Gracinha. 

Inauguração de laboratórios com tecnologia avançada garante aos jovens todas as condições para que sejam competitivos no mercado de trabalho Foto: Júnior Guimarães

A cerimônia de inauguração também contou com a presença do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), José Frederico Lyra Netto. Titular da pasta recém-criada via reforma administrativa, ele destacou que recebeu determinação expressa do governador para garantir aos jovens goianos todas as condições para que sejam competitivos no mercado de trabalho. “O que a gente está entregando hoje é algo de primeiro mundo. Essa escola técnica é pública e gratuita. A gente tem de quebrar esse paradigma de que o que é do governo é de segunda categoria. O que é público tem que ser melhor”, ressaltou.

“Hoje, as Escolas do Futuro de Goiás representam a chance de um futuro melhor para a nossa juventude”, finalizou Gracinha, durante o evento desta sexta. A cerimônia em Santo Antônio do Descoberto teve também as presenças da reitora da Universidade Federal de Goiás (UFG), Angelita Lima, dos deputados estaduais André do Premium e Gugu Nader e da deputada federal Lêda Borges. 

Escolas do Futuro

As Escolas do Futuro de Goiás oferecem cursos gratuitos de capacitação, qualificação profissional, técnico de nível médio e superior de tecnologia, nas modalidades online, presencial e à distância. Estes cursos estão organizados em trilhas formativas, que são associadas a três eixos tecnológicos: Gestão e Negócios; Informação e Comunicação; Produção Cultural e Design. Ao todo, Goiás conta com quatro unidades em operação: EFG Luiz Bittencourt, em Goiânia; EFG Luiz Rassi, em Aparecida de Goiânia; EFG Sarah Kubitschek, em Santo Antônio do Descoberto; EFG em Artes Basileu França, também na capital. Desde 2021, 4,9 mil alunos concluíram cursos nas unidades.