Foto: divulgação

A Universidade de Brasília (UnB) está com contras atrasadas e afirma que não tem recursos para pagar as despesas do mês de outubro. A expectativa é que o déficit da UNB chegue a R$ 60 milhões até o fim deste ano.

A instituição diminuiu gastos desde que as dificuldades orçamentárias foram anunciadas. Despesas que não são consideradas prioridades foram adiadas e contratos com empresas terceirizadas foram reduzidos.

Em agosto, a UnB não conseguiu pagar os gastos do Restaurante Universitário, do serviço de apoio e da manutenção da rede de telefonia. A instituição mudou ainda o contrato da limpeza para tentar reduzir os custos.

A UnB pediu ao Ministério da Educação (MEC) que haja uma mudança do crédito de investimento – destinado para a compra de equipamentos e para investir em infraestrutura – para o de custeio, destinado para a manutenção da instituição. A medida é uma tentativa de aliviar as contas da universidade