Um lance inusitado marcou um jogador que tinha apenas um braço

O São Francisco, time de futebol que surgiu no Colégio São Francisco, de Anápolis, tornou-se uma boa equipe e já disputou o campeonato goiano.

Ele tinha um beque chamado Américo, que possuía apenas um braço.

O outro foi amputado por complicações causadas por uma injeção. Em um jogo, a bola bateu no cotozinho do braço amputado e o árbitro marcou pênalti.