Os cartares de cinema eram escritos em inglês, o que me fez bem: tive de entender a língua de Shakespeare

Quando menino e adolescente, estudava no colégio Ateneu Dom Bosco. Todos os dias, no caminho das aulas, passava na porta do Cine e na época também Teatro Goiânia. Todas as vezes ia dar uma olhada nos cartazes.

Na época, esses cartazes eram colocados no original, portanto, os textos em inglês. Isto me faria até bem, pois despertou-me o interesse de aprender inglês.