Marquinhos Marques
Marquinhos Marques

Rollemberg articula apoio do PSDB e pavimenta campanha de reeleição

O governador Rollemberg perdeu o tempo de TV do ex-aliado PDT e deve perder o apoio do PSD, partido essencial para a sua reeleição. Segundo uma fonte, na segunda-feira (23/10) o governador de Brasília procurou o senador Tarso Jereissati, presidente interino da Executiva Nacional do PSDB, com quem fechou o compromisso de fazer palanque ao presidenciável Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, bem como abrir espaço no governo para os tucanos do DF. A proposta foi aceita.

O desejo do governador de abocanhar o PSDB-DF e deixar Izalci fora do jogo vem sendo maturado desde junho passado após encontro com o prefeito de São Paulo, João Doria. Rollemberg sempre viu como uma ameaça a candidatura a governador do deputado federal Izalci Lucas, presidente interino da legenda no DF, com quem tentou convencê-lo a compor o governo e esquecer o projeto. Conversas para apear o tucano foram feitas com Geraldo Alckmin, Aécio e Tasso Jereissati, investidas que Izalci nunca deu crédito, mesmo sendo alertado por muitos que diziam que ele era um candidato competitivo, mas lhe faltava um partido.

O enfraquecimento de Aécio no comando da Executiva Nacional do PSDB, após ter sido afastado do mandado de senador pelo STF, por crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS, bem como o racha dentro do PSDB local, teria sido a gota d’água para que o desejo de Rollemberg de ter Izalci fora do páreo se concretizasse.

Deixe um comentário